Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/65556
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 30-Mai-2003
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: RIBEIRO, J. L.
ALENCAR, L. C.
SANTANA, M. C. B.
ARAÚJO NETO, P. R. de
RIBEIRO, H. A. M.
Título: Avaliação de clones de cajueiro anão precoce no Semi-Árido do Meio-Norte brasileiro.
Edição: 2002
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 17., 2002, Belém.Os novos desafios da fruticultura brasileira: anais. Belém: SBF, 2002.
Páginas: 5 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Brasil
Nordeste.
Conteúdo: O cajueiro (Anacardium occidentale L.) ocupa lugar de destaque entre as plantas frutíferas, devido à crescente comercialização e riqueza nutricional de seus produtos principais: amêndoa, suco e doces. Cultivado em quase todo o país, ocupava em 2001 uma área de 628.993 hectares, com uma previsão para o ano de 2002 de 648.016 hectares, o que representa um incremento de área de 3,02% , sendo a sua maior concentração nos estados do Nordeste (Levantamento..., 2002). O Estado do Piauí possui a segunda maior área plantada com caju no Nordeste, com uma previsão de 149.770 hectares para o ano de 2002, apresentando uma produtividade média de 281 kg/ha (Levantamento..., 2002). No entanto, pode-se afirmar que 80% dos plantios comerciais de caju do Piauí são oriundos de semente (pé-franco) o que caracteriza uma acentuada variabilidade genética. A produção de castanha do Piauí não é suficiente para suprir as indústrias de beneficiamento de castanha do Estado, chegando às vezes a interromperem suas atividades por falta de matéria-prima.
Thesagro: Caju
Linhagem.
Ano de Publicação: 2002
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Frut250001.pdf257,32 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace