Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/658092
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 18-Fev-2010
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ZAROS, L. G.
NEVES, M. R. M. das
BENVENUTI, C. L.
NAVARRO, A. M. do C.
MEDEIROS, H. R. de
VIEIRA, L. da S.
Informaçães Adicionais: Lilian Giotto Zaros, Bolsista FUNCAP / CNPq, Embrapa Caprinos e Ovinos (CNPC); Maria Rosalba Moreira das Neves, Pós-graduanda Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Sobral, CE. Bolsista FUNCAP / CNPq, Embrapa Caprinos e Ovinos (CNPC).; Camila Loures Benvenuti, Pós-graduanda Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Sobral, CE. Bolsista FUNCAP / CNPq, Embrapa Caprinos e Ovinos (CNPC).; Andrine Maria do Carmo Navarro, Pós-graduanda da UVA, Sobral, CE. Bolsista FUNCAP / CNPq, Embrapa Caprinos e Ovinos (CNPC).; Henrique Rocha de Medeiros, UFRN, Natal, RN.; LUIZ DA SILVA VIEIRA, CNPC.
Título: Desempenho de ovinos Somalis resistentes e susceptíveis a nematódeos gastrintestinais.
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 19.; CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA, 11; FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; FÓRUM DE ESTUDANTES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; REUNIÃO NACIONAL DE ENSINO DE ZOOTECNIA, 15.; FÓRUM DE ENTIDADES DE ZOOTECNISTAS, 22. 2009, Águas de Lindóia. Visão estratégica de cadeias do agronegócio: anais. Pirassununga: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos: Associação Brasileira de Zootecnistas, 2009. 3 p. 1 CD-ROM.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Nematódeo gastrintestinal
Volume globular
Conteúdo: Este estudo foi realizado para avaliar o desempenho de ovinos da raça Somalis com diferentes graus de resistência à infecções por nematódeos gastrintestinais. Durante 98 dias, 75 ovinos Somalis, com idade entre três e quatro meses foram mantidos na mesma pastagem sem a administração de anti-helmínticos. A cada sete dias, fezes e sangue foram coletados para a contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e realização das coproculturas, e contagem de eosinófilos sanguíneos, volume globular e proteína plasmática total, respectivamente. No mesmo dia das coletas, os animais foram pesados. Depois desse período, baseado nas médias individuais de contagem de OPG, os oito animais mais resistentes e os oito mais susceptíveis foram selecionados e abatidos para a contagem e identificação dos parasitas. Os animais pertencentes ao grupo resistente apresentaram menor média de OPG (P<0,0001) e 3,2 vezes menos parasitas do que os animais do grupo susceptível. O gênero Haemonchus foi o de maior prevalência nas coproculturas, seguido por Trischostrongylus e em menor incidência o gênero Oesophagostomum. A porcentagem de volume globular, os níveis de proteína plasmática total e o ganho de peso foram maiores no grupo resistente (P<0,05). Pode-se concluir que, a endoparasitose gastrintestinal causou prejuízos nos animais mais susceptíveis, sendo estes refletidos na maior contagem de OPG, menores valores de volume globular, de proteína plasmática total e de ganho de peso.
Thesagro: Ovino
Performance
Resistência genética
Raça Somalis
NAL Thesaurus: Sheep
Animal parasitic nematodes
Haemonchus
Parasitoses
Animal performance
Total plasmatic protein
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AACDesempenhodeovinosSomalis.pdf149,67 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace