Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/660001
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pecuária Sudeste - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 5-Mar-2010
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MOTA, E. P.
SIUMEIRE, C. H.
CARDOSO, R.
RASSINI, J. B.
FERREIRA, R. de P.
BERNARDI, A. C. de C.
Informaçães Adicionais: EDSON P. MOTA, UFSCar/SÃO CARLOS, SP; C. H. SIUMEIRE, UNICASTELO/ DESWCALVADO; RODRIGO CARDOSO, UNICEP/SÃO CARLOS, SP; JOAQUIM BARTOLOMEU RASSINI, CPPSE/SÃO CARLOS, SP.; REINALDO DE PAULA FERREIRA, CPPSE; ALBERTO CARLOS DE CAMPOS BERNARDI, CPPSE.
Título: Correção do solo e adubação alfafa sob pastejo e a ocorrência de plantas daninhas: resultados preliminares
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 17.; JORNADA CIENTÍFICA DA UFSCar, 8., 2009, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: UFSCar, 2009.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: A alfafa é uma planta extremamente exigente em fertilidade, e os desblanços na correção do solo e adubação podem levar a perda de vigor do alfafal, originando o desenvolvimento agressivo de plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da correção do solo com calcário e gesso e a adubação potássica sobre a produção de matéria secada alfafa e ocorrência de plantas daninhas. O experimento foi conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos, SP em área de (Medicago sativa) cv. Crioula sob pastejo. As características químicas do Latossolo Vermelho Amarelo Distrófico (LVAd), textura média, nas camadas de 0-20 e 20-40 cm, antes do início do experimento, foram respectivamente: pHCaCl2 = 5,3 e 5,1; M.O. = 30 e 20 g dm-3; Presina = 10 e 3 mg dm- 3; K = 3,9 e 3,1 mmolc dm-3; Ca = 26 e 14 mmolc dm-3; Mg = 11 e 8 mmolc dm-3; CTC = 69 e 56 mmolc dm-3; V = 58 e 45%; B = 0,41 e 0,32 mg dm-3; Cu = 1,6 e 1,3 mg dm-3; Fe = 52 e 29 mg dm-3; Mn = 3,8 e 1,4 mg dm-3; Zn = 1,7 e 0,5 mg dm-3 e as características físicas: areia = 730 e 710 g kg-1; argila = 253 e 273 g kg-1; e silte = 17 e 17 g kg-1. Adubação corretiva: 200 kg ha-1 P2O5 (super simples) e 50 kg ha-1 FTE BR-12. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso em esquema fatorial 2 X 2 X 4, com 2 repetições de parcelas e repetição no tempo. Os tratamentos foram 2 níveis de calagem (V = 60 e 80%), 2 níveis de gesso (0 e 300 kg ha-1) e 4 doses de potássio em cobertura (0, 1.000, 1.500 e 2.000 kg ha-1 K2O por ano). A fonte de potássio utilizada foi o KCl (60% K2O). As parcelas experimentais são compostas por 10 linhas de 5 m de comprimento, espaçadas em 20 cm, sendo a área total de 10 m2. A produtividade da alfafa foi avaliada periodicamente, pela produção de biomassa fresca, amostrada na área útil das parcelas, quando a cultura apresentava 10% de florescimento. Este trabalho refere-se ao 7º corte realizado no alfafal. Nesse mesmo corte foram amostradas e classificadas as plantas daninhas de cada parcela. As amostras do material colhido foram levadas à estufa com circulação forçada de ar a 70ºC, até peso constante, para determinação da matéria seca. Após análise de variância, foram ajustadas superfícies de resposta e equações de regressão para a produção de matéria seca de alfafa e a % de ocorrência de daninhas em função dos tratamentos. As ocorrências de espécies de plantas daninhas foram: buva (Erigeron bonariensis L.), capim-Coast cross (Cynodon dactylon (L.) Pers.), fazendeiro (Galinsoga parviflora Cav.), macela (Gamochaeta spicata (Lam.) Cabr.) e mastruz (Lepidium virginicum L.). Os resultados indicaram que a alfafa respondeu linearmente à adubação potássica (independente do fornecimento de gesso) na maior saturação por bases (80%). Já na saturação de 60% houve resposta quadrática à adubação potássica. Foi observada a tendência de diminuição da ocorrência de plantas daninhas com a melhoria da fertilidade do solo, ou seja, na maior saturação por bases e nas maiores doses de fertilizante potássico.
Thesagro: ALFAFA
Pastejo
Adubação
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPPSE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PROCIACCB2009.00327.pdf30,46 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace