Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/68785
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 10-Jul-2007
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: TEIXEIRA, N. J. P.
MACHADO, C. de F.
FREIRE FILHO, F. R.
GOMES, R. L. F.
Título: Caracterização de genótipos de feijão-caupi [Vigna unguiculata (L.) WALP.] quanto à precocidade e à arquitetura.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO NACIONAL DE FEIJÃO-CAUPI, 1.; REUNIÃO NACIONAL DE FEIJÃO-CAUPI, 6., 2006, Teresina. Tecnologias para o agronegócio: anais. Teresina: Embrapa Meio-Norte, 2006.
Série: (Embrapa Meio-Norte. Documentos, 121).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Variabilidade genética
Seleção
Características agronômicas
Conteúdo: Com o objetivo de verificar a existência de variabilidade genética e identificar genótipos de feijão-caupi de ciclo precoce, porte ereto, com hábito de crescimento determinado e produtivos, realizou-se um experimento no delineamento experimental de blocos casualizados, com 22 tratamentos e quatro repetições. Foram avaliados os caracteres floração inicial, maturidade, comprimento do hipocótilo, comprimento do epicótilo, comprimento do ramo principal, número de nós no ramo principal, número de ramos laterais, número de nós dos ramos laterais, ângulo de inserção do primeiro ramo lateral, ponto de colheita, acamamento e produtividade de grãos (Kg.ha-1). Os efeitos de tratamentos foram significativos para a maioria dos caracteres avaliados, com exceção do comprimento do hipocótilo e ângulo de inserção do primeiro ramo lateral. Os genótipos mais precoces foram, respectivamente: IT82D-889, AU94-MOB-816, IT82D-60, IT82E-49, IT82G-9 e MNCOO-544-14-1-2. Os genótipos com melhor arquitetura da planta foram, respectivamente: IT82G-9, IT82D-889 e AU-94-MOB-816. A maior produtividade de grãos foi expressa pelo genótipo TVX5058-09C-02, com 2.029,84 kg.ha-1, seguido pelos genótipos TE97-418-07-1 (1.587,9 kg.ha-1), UCR-95-701 (1.576,5 kg.ha-1), MNCOO544D-10-1-2-2 (1.548,6 kg.ha-1) e IT93K-93-10 (1.509,3 kg.ha-1), embora, não tenha diferença significativa entre esses genótipos pelo teste de Scott Knott.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GM43Teixeira.pdf70,65 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace