Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/709606
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Rondônia - Tese/dissertação (ALICE)
Data do documento: 9-Mar-2009
Tipo do Material: Tese/dissertação (ALICE)
Autoria: MENEZES, S. F. M.
Título: Sistemas agroflorestais e fertilidade dos solos: uma análise da microrregião de Ariquemes, Rondônia.
Edição: 2008
Fonte/Imprenta: 2008. 190 f.
Páginas: 190 f.
Idioma: pt_BR
Notas: Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho. Orientadora: Marília Locatelli.
Palavras-chave: Pedologia
Fertilidade do solo
Sustentabilidade
Sistema agroflorestal
Conteúdo: Os sistemas agroflorestais ? SAF são consórcios entre espécies vegetais agrícolas e pelo menos uma florestal, ou entre essas e espécies animais. Os defensores dos SAF dizem ser uma alternativa à agricultura e pecuária convencional para a região amazônica, lhes atribuem também funções de conservação do solo, manutenção dos habitats, imitação de floresta, minimização das alterações climáticas locais, fixação de carbono, geração de renda aos produtores, diversificação da produção, subsistência das famílias, entre outros. Na microrregião de Ariquemes/RO foram implantados assentamentos, com incentivo de órgãos públicos nas décadas de 1970 a 1990, quando se implementaram alguns SAF. Os SAF pesquisados foram aqueles plantados com idade igual ou superior a dez anos. Os solos da região foram caracterizados como pobres por estudos anteriores a esta pesquisa. Diante disso, buscou-se compreender quais as funções ambientais assumidas pelos SAF e quais relações assumem com a fertilidade do solo dessas propriedades, além de alguns aspectos sócio-econômicos dessa microrregião. Para atingir esse objetivo foram realizados trabalhos de campo em duas fases. A primeira fase consistiu entrevistar 35 produtores, principalmente, para compreender suas visões sobre os SAF e suas funções. A segunda fase foi a coleta de amostras de solo nos SAF, nas erosões e pastagem verificadas nas 35 propriedades de estudo. Foram realizadas as análises físico-químicas do solo e a classificação dos solos em áreas de SAF. Em seguida, procurou-se explorar quais as relações estabelecem os SAF com a fertilidade do solo. As funções detectadas abrangeram a protetiva, a produtiva e a sócio-cultural. Os SAF demonstraram funções de conservação do solo, geração de renda, subsistência e trabalho para as famílias dos produtores, bem como a fixação do homem no campo. Os solos da região confirmaram estudos anteriores, caracterizando-se, em sua maior parte, solos distróficos, álicos e mesotróficos. Com esse tipo de solo e com a saturação de elementos químicos no solo, como, o alumínio e pH ácido, houve declínio da produtividade de muitos SAF nos últimos anos. A paisagem natural das propriedades foi muito degradada com agricultura e pecuária e a metade delas não alcançaram 50% de reserva legal. As classes de SAF na área foram silviagrícolas e silvipastoris. Não foi encontrada erosão superficial em nenhum dos SAF de pesquisa, apenas próximo as nascentes. Assim, o solo assume função importante para tais produtores, uma vez que sua fertilidade tenha impactado a produção, necessitando, por vezes, de correção por inserção de fertilizantes, embora não tenha sido feita ainda em nenhum dos casos encontrados. Os resultados sugerem que os SAF na microrregião de estudo, representam uma importante contribuição na renda dos produtores, subsistência de suas famílias e diversificação da produção. Em termos ambientais, protegem e conservam o solo da erosão superficial, mas necessitam de correção do solo. Em termos de apoio político para manutenção dos SAF e uso da terra, é importante ampliar as reservas legais, promover subsídios econômicos para diversificação das espécies plantadas, além de projetos de ampliação a pesquisa.
Ano de Publicação: 2008
Aparece nas coleções:Tese/dissertação (CPAF-RO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
sthefanie.pdf5,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace