Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/861488
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 1-Set-2010
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MACIEL, G. A.
RODRIGUES, F. N.
SOUSA, G. G. T. e
LEAL, T. M.
NASCIMENTO, M. do P. S. C. B.
Informaçães Adicionais: GIOVANA ALCANTARA MACIEL, CPAMN; FRANCELINO NEIVA RODRIGUES, UFPI/PIBIC/CNPq; GIOTO GHIARONE TERTO e SOUSA, PIBIC/CNPq; TANIA MARIA LEAL, CPAMN; MARIA DO PERPETUO SOCORRO CORTEZ BONA DO NASCIMENTO, CPAMN.
Título: Produção de capim-massai em sistema silvipastoril na sub-região Meio-Norte do Brasil.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 47., 2010, Salvador. Empreendedorismo e progresso científicos na zootecnia brasileira de vanguarda: anais. Salvador: SBZ, 2010.
Páginas: 3 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Leguminosa arbórea.
Conteúdo: Conduziu-se este estudo na Embrapa Meio-Norte em Teresina, PI, com o objetivo de avaliar a produtividade e os componentes de produção do capim-massai (Panicum maximum x Panicum infestum) sob a copa de quatro leguminosas arbóreas: pau-ferro (Caesalpinia ferrea.), sabiá (Mimosa caesalpiniifolia), bordão-de-velho (Samanea saman) e angico-de-bezerro (Piptadenia moniliformis), e ao pleno sol, constituindo cinco tratamentos com três repetições, no delineamento em blocos ao acaso. Foram avaliados: altura, relação folha colmo (F/C), teor de matéria seca (MS) e massa de forragem (MF - kg de MS ha-1), em plantas com 28 dias de rebrota. Nos tratamentos com as árvores de maior copa as gramíneas apresentaram as maiores alturas, sendo o maior valor encontrado sob a copa do sabiá (60,22 cm) e o menor a pleno sol (34,50 cm). Os menores teores de MS foram observados para o capim sob a copa de sabiá e angico-de-bezerro, 28,19% e 27,01%, respectivamente, valores baixo em contraste com 36,18% ao pleno sol. A MF sob a copa de angico-de-bezerro foi de 872,36 kg de MS ha-1, não diferindo (P>0,05) nos demais tratamentos e variando de 1051,83 a 1229,40 kg de MS ha-1. Os maiores e menores valores de F/C foram registrados, respectivamente, sob a copa de sabiá (4,2) e bordão-de-velho (3,23). Sob a copa de árvores, o capim Massai apresenta menor teor de MS e a maior F/C que a pleno sol, com maior altura de plantas sob copas de maior área. O capim-massai mostra-se eficiente quando manejado em sistema silvipastoril na sub-região Meio-Norte.
Thesagro: Forragem
Sombreamento.
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
4730.pdf316,3 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace