Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/861785
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 3-Set-2010
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MELO, F. de B.
CARDOSO, M. J.
Informaçães Adicionais: FRANCISCO DE BRITO MELO, CPAMN; MILTON JOSE CARDOSO, CPAMN.
Título: Qualidades físicas de um latossolo amarelo distrocoeso submetido á diferentes sistemas de manejo no cerrado do Leste Maranhense, MA.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA, 18., 2010, Teresina. Novos caminhos para agricultura conservacionista no Brasil. Teresina: Embrapa Meio-Norte: Universidade Federal do Piauí, 2010.
Páginas: 4 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Densidade do solo
Propriedade fisico-quimica
Espaço aéreo
Conteúdo: Nos primeiros anos, as alterações sofridas pelo solo sob o sistema de preparo convencional são favoráveis às condições requeridas para o crescimento das culturas. No entanto, à medida que o solo é submetido a sucessivos anos de cultivo, há uma tendência para diminuir sua aptidão cultural, pela alteração das suas características físicas, principalmente quando o manejo é inadequado. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar e comparar propriedades relacionadas à qualidade física de um Latossolo Amarelo distrocoeso em condições de cultivo convencional e sob vegetação nativa de cerrado. O trabalho foi realizado no município de Anapurus,MA, com coordenadas geográficas de 03º 42? 04? S e de 43º 11? 23? W e 127 m de altitude. A área vem sendo utilizada, há mais de dez anos, em sistema de plantio convencional (uma aração e duas gradagens), utilizando-se como rotação as culturas de soja e milho. A área com cultivo convencional apresentou maiores valores de densidade do solo nas camadas de 0,10-0,20 m, 0,20-0,30 m e 0,30-0,40 m com conseqüentes reduções na porosidade total, chegando a valores inferiores a 35%. Nas condições de estudo, onde o solo foi submetido ao cultivo convencional, a porosidade total e o espaço aéreo atingiram valores inferiores a 35% e 15%, respectivamente, nas camadas de 0,10-0,20 m, 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m, condição de ausência de trocas gasosas entre a camada de solo e a atmosfera.
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Brito424.pdf66,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace