Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/866997
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 16-Nov-2010
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: GOMES, E. G.
ABREU, U. G. P. de
CARVALHO, T. B. de
ZEN, S. de
Informaçães Adicionais: ELIANE GONCALVES GOMES, SGE; URBANO GOMES PINTO DE ABREU, CPAP.
Título: Desempenho e tipificação de sistemas modais de cria de gado de corte com modelo DEA de input unitário.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA OPERACIONAL, 42., 2010, Bento Gonçalves. Anais...
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: DEA
Tipologia
Pecuária de corte
Conteúdo: O agronegócio é responsável por 25% do PIB nacional, sendo 8% representados pela pecuária. Neste cenário, o complexo de carne bovina consolida-se como um importante elemento na produção e no comércio internacional: o Brasil é hoje o maior exportador e o segundo maior produtor mundial de carne bovina. Neste trabalho são avaliados comparativamente os desempenhos de sistemas de produção modais de pecuária extensiva de corte (DMUs) em sua fase de cria. No Brasil, a fase de cria da pecuária de corte ocorre em regime predominantemente extensivo, com a base da alimentação sendo pastagens nativas e/ou cultivadas. Buscou-se medir o desempenho destes sistemas em alguns municípios do Brasil, considerando-se variáveis zootécnicas e de produção. Estes indicadores têm impacto direto na renda do sistema. A abordagem escolhida foi a Análise de Envoltória de Dados (Data Envelopment Analysis ? DEA). Foi usado um modelo DEA de input unitário e aparente orientação a inputs, em conjunto com medidas de eficiência geradas pelo modelo de fronteira invertida. Esta abordagem permitiu a hierarquização destes sistemas, segundo seu desempenho. De acordo com as características deste tipo de modelo pode-se afirmar que este é um enfoque multicritério para DEA. O modelo DEA de input unitário foi ainda usado para formação de grupos, por meio de camadas de isoeficiência. Esta proposta possibilitou o agrupamento dos sistemas modais de produção, segundo as medidas de eficiência calculadas. Cada agrupamento pode ser entendido como uma tipologia de sistema modal de cria. Os resultados sinalizaram que a gestão de conhecimento e de processos manejados em conjunto e de forma sistêmica são os fatores mais importantes para a eficiência em sistemas de produção de pecuária de cria.
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Desempenhoetipificacaodesistemas.pdf23,31 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace