Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/871693
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 5-Jan-2011
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: RODRIGUES, R. F. de A.
MOTA, D. M. da
SILVA JUNIOR, J. F. da
SCHMITZ, H.
Informaçães Adicionais: RAQUEL FERNANDES DE A RODRIGUES, CPATC; DALVA MARIA DA MOTA, CPATU; JOSUE FRANCISCO DA SILVA JUNIOR, CPATC; HERIBERT SCHMITZ, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ.
Título: Estratégias interinstitucionais para a conservação da atividade extrativista da mangaba em Sergipe.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 8., 2010, São Luís. Agricultura familiar: crise alimentar e mudanças climáticas globais: anais. São Luís, MA: UEMA: Embrapa, 2010.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Extrativismo.
Conteúdo: Pesquisas realizadas nas áreas costeiras de Sergipe com o objetivo de prospectar as áreas remanescentes de mangabeira identificaram um novo tipo de população denominada de tradicional: as catadoras de mangaba e de produtos do manguezal. Como outras populações tradicionais, são cada vez mais consideradas essenciais na preservação da biodiversidade, por se identificarem como agente do processo de desenvolvimento sustentável com baixo impacto sobre o meio ambiente e, assim, são vistas também pelo resto da sociedade (Almeida, 2005; Castro, 1997). Paradoxalmente, as plantas nas quais praticam o extrativismo estão sendo dizimadas e as catadoras se vêm diariamente ameaçadas de perder a fonte que assegura 60% de sua renda. Até 2007, agravava a situação o fato de que as catadoras não tinham visibilidade e, portanto, não chamavam a atenção da sociedade para a sua importância e para as crescentes ameaças que as cercavam. Diante disso, um grupo interinstitucional vem realizando ações de pesquisa e intervenção que privilegiam a interação do conhecimento científico de pesquisadores, técnicos e catadoras sobre a conservação das mangabeiras, o cotidiano do trabalho no extrativismo, como também, o levantamento de problemas enfrentados com as possíveis alternativas de solução.
Thesagro: Mangaba.
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
p1325.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace