Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/895566
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 11-Jul-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: FORMOLO, R.
RUFATO, L.
BOTTON, M.
MACHOTA JUNIOR, R.
Informaçães Adicionais: RODRIGO FORMOLO, COOPERATIVA NOVA ALIANÇA LTDA; LEO RUFATO, UDESC; MARCOS BOTTON, CNPUV; RUBEN MACHOTA JUNIOR, UFPEL.
Título: Diagnóstico da área cultivada com uva fina de mesa (Vitis vinifera L.) sob cobertura plástica e do manejo de pragas.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 33, n. 1, p. 103-110, mar. 2011.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Rio Grande do Sul
Caxias do Sul
Conteúdo: Neste trabalho, foi realizado o censo das áreas cultivadas com uvas finas de mesa sob cultivo protegido e a identificação das principais espécies de pragas e estratégias de controle empregadas pelos produtores, no município de Caxias do Sul-RS. Na safra de 2007/2008, foram identificados os produtores envolvidos com a atividade no município e através de entrevista presencial e semiestruturada ao estabelecimento produtivo, registrou-se a área cultivada e variedades. Para produtores com cultivo de áreas superiores a 2.000m2 da cultivar Itália, com dois anos ou mais de produção, foi aplicado outro questionário na safra de 2008/2009 com o objetivo de levantar as informações referentes: a) espécies de insetos e ácarospraga que danificam as uvas finas de mesa na propriedade, segundo o viticultor; b) conhecer a realidade do manejo de insetos e ácaros-praga na cultura; c) verificar os parâmetros que o produtor utiliza para a aplicação de inseticidas; d) conhecer os produtos aplicados, e e) identificar o tipo de assistência técnica recebida pelo viticultor. Foram identificados 43 produtores de uvas finas de mesa sob cultivo protegido com área total cultivada de 30,36 ha, sendo 70,31% desta área da cultivar Itália. As pragas mais importantes mencionadas pelos produtores foram tripes - Frankliniella rodeos Moulton e a mosca-das-frutas-sul-americana Anastrepha fraterculus (Wied). O manejo realizado para controle destas pragas é através da aplicação de inseticidas com os ingredientes ativos acefato e fentiona, respectivamente, com base em calendário. Os principais problemas enfrentados para implementar estratégias de manejo de pragas no cultivo são a falta de assistência técnica, a ausência de metodologias confiáveis para o monitoramento e o reduzido número de inseticidas autorizados para a cultura.
Thesagro: Viticultura
Uva
Praga de planta
Manejo
Cultivo protegido
Mosca-das-frutas
Tripes
Monitoramento
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPUV)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FORMOLORBFv33n1p1032011.pdf245,35 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace