Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/896739
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Cerrados - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 26-Jul-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: COSTA, P. DE M.
MARTINS, C. F.
FRANCO, V. DE O.
REZENDE, L. O. F.
SERENO, J. R. B.
CAMPOS, H. DA C. F.
Informaçães Adicionais: PRISCILA DE MELO COSTA, UNICEUB; CARLOS FREDERICO MARTINS, CPAC; VANESSA DE OLIVEIRA FRANCO, UNICEUB; LUIZ OSVALDO FONSECA REZENDE, CPAC; JOSE ROBSON BEZERRA SERENO, CPAC; HAROLDO DA COSTA FERREIRA CAMPOS, CPAC.
Título: Nascimento de bezerros normais após inseminação artificial utilizando espermatozóides criopreservados obtidos de epidídimos refrigerados de bovinos após a morte.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Ciência Rural, v. 41, n. 5, p. 869-874, 2011.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: O objetivo deste estudo foi avaliar as características morfológicas e funcionais dos espermatozóides bovinos recuperados de epidídimos resfriados por longos períodos e posteriormente criopreservados. Testículos bovinos foram coletados no abatedouro, transportados ao laboratório e armazenados a 5°C por 0, 24, 48 e 72 horas (n=10 para cada tratamento). Os espermatozóides foram extraídos de cada epidídimo, avaliados e diluídos em meio tris-gema-glicerol a 7% e criopreservados em nitrogênio líquido. As características morfológicas e funcionais dos espermatozóides foram avaliadas in vitro por análise microscópica e in vivo, por meio de inseminação artificial. Foram observadas alterações morfológicas características da imaturidade dos espermatozóides e redução da motilidade após 72 horas de refrigeração dos epidídimos. Esses parâmetros também foram alterados após o descongelamento, em todos os tratamentos. A manutenção dos espermatozoides a 5°C por 72h reduziu a motilidade espermática. Em todos os tratamentos foram observadas alterações morfológicas características da imaturidade dos espermatozoides e redução da motilidade após o descongelamento. A integridade de membrana plasmática e acrossoma somente foram afetadas pós criopreservação nos grupos mantidos a 5°C durante 48 ou 72h antes da criopreservação. Contudo, a capacidade de fecundação dos espermatozóides mantidos a 5°C durante 24 ou 72h antes da criopreservação foi suficiente para promover duas gestações e nascimento de bezerros saudáveis. Esses resultados indicam que a recuperação e a criopreservação de espermatozóides obtidos de epidídimos mantidos a 5°C, até 72h, provenientes de animais mortos é uma opção viável para preservar gametas masculinos para compor um banco de germoplasma.
Thesagro: Bovino
Biotecnologia
Criopreservação
Germoplasma.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
S1445.pdf278,36 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace