Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/898201
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 17-Ago-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, J. M. da
AGUIAR, A. V. de
MORI, E. S.
MORAES, M. L. T. de.
Informaçães Adicionais: JANETE MOTTA DA SILVA, UNESP; ANANDA VIRGINIA DE AGUIAR, CNPF; EDSON SEIZO MORI, UNESP; MARIO LUIZ TEIXEIRA DE MORAES, UNESP.
Título: Variação genética e ganho esperado na seleção de progênies de Pinus caribaea var. caribaea em Selvíria, MS.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 39, n. 90, p. 241-252, jun. 2011.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Parâmetro genético
Divergência genética
Pinheiro tropical
Índice multi-efeito
Conteúdo: No presente trabalho propôs-se quantificar a variação genética para caracteres de crescimento e estimar possíveis ganhos na seleção, a partir da utilização do índice multi-efeitos (IME), visando a transformação do teste de progênies P. caribaea var. caribaea em um pomar de sementes. O teste de progênies de Pinus caribaea var. caribaea foi implantado no município de Selvíria-MS. O delineamento experimental utilizado foi látice 10x10 triplo, com 99 progênies e uma testemunha comercial, em parcelas lineares com dez plantas, no espaçamento 3 m x 3 m. Os caracteres quantitativos altura total de plantas, diâmetro à altura do peito (DAP), volume, forma do fuste das árvores e sobrevivência das progênies foram avaliados aos 14, 15 e 16 anos de idade, sendo que aos 14 anos foi realizado um desbaste de 50% de intensidade. As variáveis foram analisadas pela metodologia do modelo linear misto. A variação genética encontrada para os caracteres analisados não foi significativa. As estimativas de herdabilidade apresentaram baixa magnitude e pouca variação para as diferentes idades. Aplicação do IME ao caráter DAP, dois anos após desbaste, proporcionou maiores ganhos do que a seleção entre e dentro de progênies. A melhor estratégia de seleção visando maiores ganhos e manter a diversidade genética é selecionar no máximo cinco indivíduos por progênies.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011AnandaSFVariacaoGenetica.pdf615,82 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace