Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/898489
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 22-Ago-2011
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: HENNING, A. A.
BERGONSI, J. S.
Informaçães Adicionais: ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO; JULIANA S. BERGONSI, UEL.
Título: Comparação dos métodos de papel de filtro e meio de neon na detecção de Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary em sementes de soja.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v. 21, n. 2, ago. 2011. CD-ROM. Edição dos Anais do XVII Congresso Brasileiro de Sementes., Natal, ago. 2011.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: O mofo branco, cuja ocorrência em soja era restrita à região Sul, até os anos 80, recentemente ganhou destaque nas regiões central e nordeste do Brasil. O fungo pode ser transmitido via semente de duas maneiras: escleródios misturados à semente (mal beneficiada ou semente pirata ou caseira) ou na forma de micélio interno, dormente. Nesse estudo, foram utilizadas sementes de quatro experimentos conduzidos no Estado de Goiás, em áreas infestadas com o mofo branco. O trabalho teve por objetivo comparar os métodos do papel de filtro e de Neon (modificados). Quarenta e duas amostras de sementes foram analisadas. No método de papel de filtro, foram empregadas quatro repetições de 200 sementes. Após o período de incubação de 21 dias a 18 °C ± 2 ºC, sob luz fluorescente foi efetuada a leitura. No método de Neon, foram utilizadas apenas as sementes oriundas de um experimento, onde foi constatada a presença de S. sclerotiorum no teste do papel de filtro. De cada uma das 12 amostras/tratamentos, foram utilizadas quatro repetições de 100 sementes incubadas no escuro a 19º C ± 1 ºC por sete dias. Com relação à ocorrência dos demais fungos, no método do papel de filtro, observou-se que Phomopsis sp. foi o principal patógeno. Sclerotinia sclerotiorum, foi observada em apenas uma semente pelo método do papel de filtro, indicando uma taxa de 0,003% de transmissão. No teste de Neon, o fungo foi detectado em duas sementes o que resultou numa taxa de transmissão de 0,042%. Esses resultados permitem concluir que o método do Neon, apesar de ser mais rápido, não apresenta vantagem em relação à sua sensibilidade na detecção de S. sclerotiorum, além de ser mais oneroso e trabalhoso.
Thesagro: Soja
Doença de planta
Mofo branco
NAL Thesaurus: Soybeans
Plant diseases and disorders
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2351.pdf7,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace