Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/899136
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pantanal - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 29-Ago-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: CARDOSO, E. L.
SILVA, M. L. N.
CURI, N.
FERREIRA, M. M
FREITAS, D. A. F. de
Informaçães Adicionais: EVALDO LUIS CARDOSO, CPAP; MARX LEANDRO NAVES SILVA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA.; NILTON CURI, UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA; MOZART MARTINS FERREIRA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA; DIEGO ANTÔNIO FRANÇA DE FREITAS, UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA.
Título: Qualidade química e física do solo sob vegetação arbórea nativa e pastagens no pantanal Sul-Mato-Grossense.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n.2, p. 613-622, mar./abr., 2011.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Native vegetation.
Conteúdo: A busca por aumento de produtividade da pecuária pantaneira tem motivado o desmatamento de áreas florestadas para a implantação de pastagem cultivada, gerando preocupação quanto à sustentabilidade dos recursos naturais. Para estudar alguns aspectos de uso do solo no Pantanal Sul-Mato-Grossense, este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo em razão da conversão da vegetação arbórea nativa em pastagem cultivada, bem como da submissão da pastagem nativa ao sistema de pastejo contínuo. Os ambientes de estudo consistiram de três remanescentes de vegetação arbórea nativa, representadas por uma floresta semidecídua (FN) e dois cerradões (CE1 e CE2), três pastagens de Brachiaria decumbens com 27, 26 e 11 anos de formação, implantadas em substituição a FN, CE1 e CE2, respectivamente, e uma pastagem nativa caracterizada pela predominância de Mesosetum chaseae e Axonopus purpusii, submetida a três diferentes sistemas de pastejo (contínuo e sem pastejo por 3 e 19 anos). Amostras de solo, deformadas e indeformadas, foram coletadas em cada ambiente de estudo, nas profundidades de 0?10 e 10?20 cm, com três repetições. A substituição da vegetação arbórea nativa por pastagem cultivada e o sistema de pastejo contínuo da pastagem nativa determinaram redução da qualidade química do solo, evidenciada principalmente por perdas de matéria orgânica do solo, notadamente na profundidade de 0?10 cm. Embora a qualidade física do solo também tenha apresentado tendência à redução nas pastagens cultivada e nativa sob pastejo contínuo, a densidade do solo, porosidade total, macroporosidade, microporosidade, condutividade hidráulica do solo saturado eresistência do solo à penetração não atingiram valores considerados limitantes ao desenvolvimento do sistema radicular.
Thesagro: Desmatamento
Vegetação Nativa.
NAL Thesaurus: deforestation.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
v35n2a30.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace