Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/905757
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 11-Nov-2011
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MARTINS, R. de J.
VESCHI, J. L. A.
LANDIM, A. M. de S.
CARMO, F. B. do
AZEVEDO, V.
MIYOSHI, A.
MEYER, R.
PORTELA, R.
ZAFALON, L. F.
GOUVEIA, A. M. G.
Informaçães Adicionais: RAIANE DE JESUS MARTINS; JOSIR LAINE APARECIDA VESCHI, CPATSA; ALAIDE MARIA DE SOUZA LANDIM; FILIPE BORGES DO CARMO; VASCO AZEVEDO; ANDERSON MIYOSHI; ROBERTO MEYER; RICARDO PORTELA; LUIZ FRANCISCO ZAFALON; AURORA M. G. GOUVEIA.
Título: Avaliação da presença de anticorpos anti-Corynebacterium pseudotuberculosis em ovinos do Município de Dormentes, PE
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 6., 2011, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2011.
Páginas: p. 397-403.
Série: (Embrapa Semiárido. Documentos, 238).
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Linfadenite caseosa
ELISA
Doença
Corynebacterium pseudotuberculosis
Controle
Anti-C. pseudotuberculosis
Conteúdo: A linfadenite caseosa é uma doença infecto-contagiosa, de ocorrência mundial, causada pela bactéria Corynebacterium pseudotuberculosis, que acomete principalmente caprinos e ovinos. É uma enfermidade crônica, debilitante e de difícil controle que se caracteriza pela formação de abscessos em linfonodos superficiais e profundos. Visando avaliar a presença de anticorpos contra esta bactéria, foram utilizados 311 ovinos, independente de raça, grau de sangue, idade ou sexo, provenientes do Município de Dormentes, PE, que foram enviados para o abate no Matadouro Municipal de Petrolina, PE. As amostras de sangue foram coletadas por punção da veia jugular e o soro sanguíneo obtido permaneceu a -20 °C até a utilização no teste sorológico. Dos 311 ovinos avaliados pelo teste de ELISAIndireto, 171, ou seja, 54,98% apresentaram anticorpos anti-C. pseudotuberculosis, sendo considerados positivos e 140, portanto, 45,02% dos animais avaliados não apresentaram anticorpos anti-C. pseudotuberculosis. Diante dos resultados obtidos, pode-se concluir que existe uma alta prevalência de ovinos com anticorpos anti-C. pseudotuberculosis do Município de Dormentes, PE, quando avaliados pelo teste de ELISA-I.
Thesagro: Bovino
Caprino
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
79Raiane.pdf76,6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace