Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/909976
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Mandioca e Fruticultura - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 15-Dez-2011
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: REIS, R. C.
VIANA, E. de S.
OLIVEIRA, E. J. de
ANDRADE, M. V. S. de
DANTAS, J. L. L.
LUCENA, R. S.
Informaçães Adicionais: RONIELLI CARDOSO REIS, CNPMF; ELISETH DE SOUZA VIANA, CNPMF; EDER JORGE DE OLIVEIRA, CNPMF; MARCOS VINÍCIUS SILVA DE ANDRADE, UFRB; JORGE LUIZ LOYOLA DANTAS, CNPMF; RANGEL SALES LUCENA, UFRB.
Título: Análises de componentes principais das características físicas e físico-químicas de híbridos e linhagens de mamoeiro.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 5., 2011, Porto Seguro. Inovação e sustentabilidade: anais. Porto Seguro: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2011. 1 CD-ROM.
Idioma: pt_BR
Notas: PDF. T55.
Palavras-chave: Mamão
Característica física
Característica física e físico-química
Conteúdo: O agronegócio do mamão é de suma importância para o Brasil, em função de seus aspectos sociais e econômicos, que caracterizam o país como um dos principais produtores mundiais. Atualmente, a região nordeste é responsável por 64,2% da área nacional plantada, com 23,8 mil hectares e colheita anual de cerca de 1.179 mil toneladas. Nos últimos anos, os principais estados produtores têm sido Bahia, Espírito Santo, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pará (FAOSTAT, 2010). No comércio internacional, as vendas brasileiras ocupam o terceiro lugar, sendo superadas pelo México e pela Malásia (SOUZA et al., 2007). O primeiro híbrido de mamão brasileiro, denominado de Caliman/UENF01 popularmente conhecido como Calimosa, foi desenvolvido pela Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) em parceria com a Empresa Caliman Agrícola S/A (JORNAL DA CIÊNCIA, 2003). Este híbrido representa uma alternativa para o cultivo do mamoeiro no país. As variedades mais cultivadas para consumo interno são dos grupos Solo e Formosa e para a exportação, prevalece a variedade Golden, pertencente ao grupo Solo (JACOMINO et al., 2003). Contudo, ainda existe uma grande lacuna em termos de opções de cultivares e híbridos de mamoeiro que atendam todas as exigências dos mercados nacional e internacional. Por esta razão, o Programa de Melhoramento Genético do Mamoeiro da Embrapa Mandioca e Fruticultura vem desenvolvendo novas variedades que possam atender a estas expectativas.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ANALISESCOMPONENTESRONIELLIREIST55.pdf123,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace