Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/910523
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 21-Dez-2011
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: KATO, O. R.
SHIMIZU, M. K.
BORGES, A. C. M. R.
Informaçães Adicionais: OSVALDO RYOHEI KATO, CPATU; MAURICIO KADOOKA SHIMIZU, CPATU; ANNA CHRISTINA M ROFFE BORGES, CPATU.
Título: Produção de raízes de mandioca em sistemas agroflorestais seqüenciais submetidos a diferentes manejos de adubações verde e fertilizantes no Nordeste paraense.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 8., 2011, Belém, PA. Anais... Belém, PA: SBSAF: Embrapa Amazônia Oriental: UFRA: CEPLAC: EMATER: ICRAF, 2011.
Idioma: pt_BR
Notas: Editores técnicos: Roberto Porro, Milton Kanashiro, Maria do Socorro Gonçalves Ferreira, Leila Sobral Sampaio e Gladys Ferreira de Sousa.
Palavras-chave: Agricultura sem queima
Corte e trituração da capoeira
Plantio direto na capoeira
Adubo verde.
Tipitamba
Conteúdo: A agricultura tradicional na Amazônia tem sido afetada pelo crescimento populacional, pela crescente minifundização dos sistemas agrários, redução dos períodos de pousio, altas taxas de desmatamento e emissão de gases que comprometem a continuidade desse modelo. A associação de práticas de corte e queima com as modernas tecnologias ampliou os efeitos negativos da agricultura para o ambiente e sociedade. As unidades de produção familiar contribuem significativamente para a economia rural da Amazônia e representam um componente essencial para a obtenção de níveis sustentáveis de desenvolvimento, segurança alimentar e geração de emprego e renda. Logo, torna-se fundamental oferecer alternativas para alcançar a sustentabilidade das unidades de produção familiar. No ano de 2005 foi iniciado em Igarapé-Açu/Pa um experimento de longa duração para estudar a sustentabilidade de sistemas de produção submetidos a diferentes manejos de adubações verde (crotalária, mucuna-preta, titônia, ingá e guandu) e fertilizantes (fosfato natural de Arad e NPK 10-28-20). O objetivo do presente trabalho é apresentar os resultados obtidos com a produção da mandioca na terceira fase deste experimento. A produção média de raízes frescas de mandioca indicou um aumento da produtividade de raízes devido à adubação com fosfato natural, sendo os maiores valores médios obtidos nas parcelas que receberam duas aplicações do fosfato (primeira e terceira fase).
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BII301.pdf161,57 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace