Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/917002
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 29-Fev-2012
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, V. L.
ROGERIO, M. C. P.
BOMFIM, M. A. D.
LANDIM.
LEITE, E. R.
COSTA, H. H. A.
FREIRE, A. P. A.
Informaçães Adicionais: Vandenberg Lira Silva; MARCOS CLAUDIO PINHEIRO ROGERIO, CNPC; MARCO AURELIO DELMONDES BOMFIM, CNPC; Aline Vieira Landim; Eneas Reis Leite; Hélio Henrique Araújo Costa; Ana Paula Alves Freire.
Título: Comportamento ingestivo de cordeiros alimentados com dietas contendo a inclusão de farelo de castanha de caju.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Revista da Faculdade de Zootecnia, Veterinaria e Agronomia, Uruguaiana, v. 18, n. 1, p. 165-181, 2011.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Farelo de castanha de caju.
Conteúdo: O presente estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a influência de dietas contendo ou não a inclusão de farelo de castanha de caju (FCC) fornecido a cordeiros de diferentes grupos genéticos (½ sangue Dorper x SRD, ½ sangue Somalis x SRD e ½ sangue Santa Inês x SRD) sobre o comportamento ingestivo de dietas experimentais isoenergéticas e isoprotéicas contendo o referido subproduto. 18 ovinos machos inteiros foram alojados em gaiolas de metabolismo onde permaneceram durante todo o período experimental recebendo duas dietas experimentais. A dieta controle, constituída de feno de capim Aruana (Panicum maximum cv. Aruana), milho e farelo de soja. A dieta teste, constituída dos mesmos ingredientes da dieta controle mais a adição do FCC como substituto parcial do milho e do farelo de soja. As avaliações de comportamento foram feitas em um intervalo de 24 horas em medições realizadas a cada cinco minutos. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualisado, com três repetições por ratamento. As análises estatísticas foram realizadas mediante o uso do software SAEG 8.0 e as médias foram comparadas pelo teste SNK em nível de 5% de significância. Houve interação (P<0,05) entre grupos genéticos e dietas experimentais para os tempos de ruminação. Os tempos de ruminação siferiram entre os grupos genéticos (P<0,05), sendo verificados menores tempos de ruminação para os animais ½ sangue Santa Inês x SRD nas dietas com a inclusão de FCC. Para as dietas sem a inclusão de FCC os animais ½ sangue Dorper x SRD obtiveram os menores tempos de ruminação em relação aos animais ½ sangue Somalis x SRD, sendo ambos semelhantes aos animais ½ Santa Inês x SRD. Verificou-se também, que os animais ½ sangue Somalis x SRD e ½ sangue Santa Inês x SRD foram menos eficientes ao realizarem ruminação (%MS). A redução de consumo nas dietas com a inclusão de FCC reduziu o tempo de ruminação notadamente nos animais ½ sangue Santa Inês x SRD. Os animais ½ sangue Dorper x SRD foram mais eficientes na ruminação do que os animais ½ sangue Somalis x SRD e ½ sangue Santa Inês x SRD. Ingestive behavior of lambs fed diets containing the inclusion of cashew nuts meal. This study aimed to evaluate the influence of diets with or without cashew nuts meal (CNM) offered to the lambs of different genetic groups (½ Dorper x ½ native sheep, ½ Somalis x ½ native sheep and ½ Santa Inês x ½ native sheep) on the ingestive behavior of diets isoenergetics and isoproteics. Eighteen male sheep, had been allocated in metalic cages where remained during every experimental period receiving two experimental diets. The control diet consisted of hay of Aruana grass (Panicum maximum cv. Aruana), corn and soybean meal. The test diet was constituted for the same ingredients of control diet plus cashew nuts meal (CNM) that was included in partial substitution to the corn and soybean meal. Evaluations of behavior were made at an interval of 24 hours of measurements taken every five minutes. The experimental design was completely randomized with three replicates per treatment. Statistical analysis was done by using the software SAEG 8.0 and means were compared by SNK test at 5% level of significance. There was interaction (P<0.05) between genotypes and diets for the rumination time. The rumination time differ between the genetic groups (P<0.05), where less times was observed for ruminating animals ½ Santa Inês x ½ native sheep in diets with FCC. For diets without FCC, the animal ½ Dorper x ½ native sheep had the lower rumination time that animals ½ Somalis x ½ native sheep, both similar the ½ Santa Inês x ½ native sheep. It was verified also for the genetic groups ½ Somalis x ½ native sheep and ½ Santa Inês x ½ native sheep lower feeding and rumination efficiencies (DM). The reducing intake in the diets with CNM reduced the time of rumination especially in ½ Santa Inês lambs. The ½ Dorper x ½ native sheep lambs were more efficient than ½ Somalis and ½ Santa Inês lambs in rumination.
Thesagro: Ovino
Cordeiro
Alimentação
Nutrição animal.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
APIComportamentoingestivo.pdf90,25 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace