Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/920421
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 27-Mar-2012
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SILVA, J. D. L. da
SILVA, B. B. da
SOUSA, C. M. B. de
PIRES, C. de J.
SOUSA, M. B. e
SILVA, K. J. D. e
ROCHA, M. de M.
Informaçães Adicionais: JÉSSICA DANIELE LUSTOSA DA SILVA, UFPI; BRUNO BRITO DA SILVA, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA; CARLOS MISAEL BEZERRA DE SOUSA, UFPI; CAROLLINE DE JESÚS PIRES, UFPI; MASSAINE BANDEIRA E SOUSA, UFPI; KAESEL JACKSON DAMASCENO E SILVA, CPAMN; MAURISRAEL DE MOURA ROCHA, CPAMN.
Título: Estimativas de parâmetros genéticos de linhagens de feijão-caupi da subclasse comercial fradinho.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 6., 2011, Búzios. Panorama atual e perspectivas do melhoramento de plantas no Brasil: [anais]. Búzios: SBMP, 2011.
Páginas: 3 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Feijão-de-corda
Vigna unguiculata
Conteúdo: O feijão-caupi, feijão-de-corda ou feijão macassar (Vigna unguiculata (L.) Walp.) tem grande importância econômica e social para a região Nordeste do Brasil, uma vez que é um dos alimentos básicos das populações de baixa renda dessa região (Lima 2011). Assim, objetivou-se objetivo estimar os parâmetros genéticos de linhagens de feijão-caupi tipo fradinho de acordo com os caracteres agronômicos e inferir sobre a possibilidade de ganhos com a seleção. O ensaio foi conduzido na Embrapa Meio-Norte, Teresina, Piauí. O delineamento experimental adotado foi o do Blocos Aumentados de Federer, com cindo blocos. Foram avaliados os seguintes caracteres quantitativos: peso de vagem (PV), número de grãos por vagem (NGV), peso de grãos por vagem (PGV), peso de cem grãos (P100G), produção (PROD), comprimento de vagem (CV), comprimento do folíolo terminal (CFT), largura do folíolo terminal (LFT). As estimativas da herdabilidade foram maiores para PV e P100G, 97,17% e 82,56%, respectivamente. A estimativa do coeficiente de variância genética se mostrou superior para a característica PV (85%), indicando eficiência na seleção em relação a esse caráter. Enfim, a existência de variabilidade genética entre linhagens referente aos caracteres PV e P100G, detectada por meio de parâmetros genéticos, enfatiza a possibilidade de ganhos genéticos substanciais para esses caracteres.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
3882.pdf24,96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace