Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/936283
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 10-Out-2012
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MASCARENHAS, M. H. T.
KARAM, D.
LARA, J. F. R.
Informaçães Adicionais: MARIA HELENA TABIM MASCARENHAS, EPAMIG; DECIO KARAM, CNPMS; JOSE FRANCISCO RABELO LARA, EPAMIG.
Título: Seletividade de herbicidas e dinâmica populacional de plantas daninhas na cultura do girassol para a produção de biodiesel.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Herbicidas, Brasília, v. 11, n. 2, p. 174-186, maio/ago. 2012.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Helianthus annuus L.
Conteúdo: Os experimentos foram instalados em Prudente de Morais, MG, em 2010 e 2011, com o objetivo de avaliar a seletividade e a eficácia de herbicidas aplicados em pré e pósemergência na cultura do girassol, bem como de estudar a dinâmica populacional de plantas daninhas. O trabalho de 2010 foi conduzido em casa de vegetação em delineamento em blocos ao acaso com 11 tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram constituídos por dez herbicidas, sendo quatro pré-emergentes e seis pós-emergentes (alachlor, imazaquin, metribuzin, trifluralin, chlorimuron-ethyl, fenoxaprop-p-ethyl, [fluazifop-p + fomesafen], imazapyr, imazethapyr e sethoxydim) e uma testemunha. Foram avaliados os efeitos fitotóxicos, altura das plantas, número de folhas e a biomassa seca da parte aérea e raízes aos 60 dias após a aplicação. Em 2011 o trabalho foi conduzido a campo, em delineamento de blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram dos herbicidas alachlor e trifluralin (préemergência), fenoxaprop-p-ethyl e sethoxydim (pós-emergência) e duas testemunhas (capinada e sem capina). Foram avaliados o ciclo da cultura, o início de florescimento, a altura de plantas, o diâmetro do caule, a maturação fisiológica dos aquênios, o diâmetro de capítulos, o número de plantas quebradas, o número de plantas acamadas, o estande final e o rendimento de aquênios. Com base nos resultados pode-se concluir que os herbicidas que apresentaram maior fitotoxicidade ao girassol foram: imazaquin, metribuzin, chlorimuron-ethyl, [fluazifop-p + fomesafen], imazapyr e imazethapyr. Os herbicidas pré-emergentes alachlor e trifluralin, e os pós-emergentes fenoxaprop-p-ethyl e sethoxydim mostraram-se seletivos para o girassol. O fenoxaprop-p-ethyl poderá vir a ser utilizado em um programa de manejo integrado de plantas daninhas no girassol, pois apenas trifluralin, alachlor e sethoxydim são herbicidas registrados para esta cultura.
Thesagro: Fitotoxicidade
Produtividade.
Planta Oleaginosa
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Seletividadeherbicidas1.pdf122,84 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace