Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/936711
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Monitoramento por Satélite - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 15-Out-2012
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ALVES, J. M.
TOSTO, S. G.
TORRES, D. A. P.
LIMA FILHO, J. R. de
Informaçães Adicionais: JAÊNES MIRANDA ALVES, UESC; SERGIO GOMES TOSTO, CNPM; DANIELLE ALENCAR PARENTE TORRES, CECAT; JOAQUIM RAIMUNDO DE LIMA FILHO, SGE.
Título: Competitividade do etanol em áreas tradicional e de expansão na região centro-sul.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 50., 2012, Vitória. Anais... Vitória: SOBER, 2012.
Páginas: 15 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Desenvolvimento regional
Matriz de análise política
Adores privado e social
Conteúdo: A cadeia do agronegócio da cana-de-açúcar é uma das que mais tem contribuído para o crescimento econômico do Brasil, na safra de 2010-2011 foi plantado 8,1 milhões de hectares produzindo 28 bilhões de litros de etanol e para a safra de 2011-2012 a previsão é de 33 bilhões de litros de etanol, elevando o Brasil como o maior produtor mundial de etanol. Este trabalho tem como objetivo verificar a competitividade do etanol brasileiro através da Matriz de Análise Política- MAP considerando uma área de cultivo tradicional e outra área de expansão da cana-de-açúcar. O instrumental utilizado para essa análise foi a Matriz de Análise de Política - MAP desenvolvida por Monke e Pearson (1989), os resultados mostram que as lucratividades privada e social foram positivos, indicando competitividade e eficiência econômica, respectivamente, para as duas cadeias. A cadeia do etanol em área tradicional foi a mais competitiva e com maior eficiência econômica por apresentar maior valor em ambas lucratividades. As transferências associadas à produção para as cadeias apresentaram valores positivos. O maior valor positivo na cadeia da área de tradicional reflete os altos preços ou receitas privadas nessa cadeia, indicando que há transferência positiva da sociedade para o setor produtor.
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tosto.pdf304,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace