Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/938561
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 31-Out-2012
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MENDES, S. M.
BRASIL, K. G. B.
WAQUIL, M. S.
MARUCCI, R. C.
WAQUIL, J. M.
Informaçães Adicionais: SIMONE MARTINS MENDES, CNPMS; KATIA GISELE BOREGAS BRASIL, BOLSISTA; ROSANGELA CRISTINA MARUCCI, UNIFEMM; JOSE MAGID WAQUIL, Pesquisador aposentado CNPMS.
Título: Biologia e comportamento do percevejo predador, Orius insidiosus (Say, 1832) (Hemiptera: anthocoridae) em milho Bt e não Bt.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: Bioscience Journal, Uberlândia, v. 28, n. 5, p. 753-761, set./out. 2012.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Organismo não alvo.
Conteúdo: Orius insidiosus é um percevejo predador associado à cultura do milho no Brasil. No entanto, poucos estudos relacionam sua biologia e comportamento sobre as pragas-alvo e o efeito indireto do milho Bt através de sua presa O objetivo desse trabalho foi avaliar aspectos biológicos de O. insidiosus alimentado com ovos de Spodoptera frugiperda e o efeito da alimentação dessa presa em milho Bt, expressando a proteína Cry1A(b), nos seus aspectos biológicos e comportamentais. Os ensaios foram conduzidos em câmara climatizada a 25 ± 1 ºC de temperatura, 12 horas de fotoperíodo e 60 ± 10% de umidade relativa. Ovos de O. insidiosus foram retirados da criação de pesquisa mantida em laboratório e ninfas de primeiro ínstar foram isoladas e mantidas de acordo com o tratamento. Para os ensaios com larvas de S. frugiperda que se alimentaram em milho Bt, utilizaram-se plantas nos estádios vegetativos entre V5 e V8. As variáveis avaliadas foram: a sobrevivência de ninfas, 48 h após a emergência e ninfas do 4º e 5º instares; o período de desenvolvimento das ninfas do 4º e 5º ínstares e a não preferência para alimentação entre lavas de S. frugiperda alimentadas em milho Bt e não Bt. O predador completou a fase ninfal em 11,94 dias apenas com alimentação de ovos de S. frugiperda. O primeiro ínstar apresentou sobrevivência menor do que aos demais avaliados. A alimentação de ninfas de O. insidiosus com larvas de S. frugiperda alimentadas em milho Bt e não Bt não afetou significativamente o desenvolvimento nem a sobrevivência do predador, que apresentou uma maior preferência para as larvas que se alimentaram em milho Bt, provavelmente devido ao tamanho reduzidos dessas larvas.
Thesagro: Zea mays
Controle biologico
Biossegurança
Inimigo Natural.
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Biologiacomportamento.pdf225,92 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace