Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/940409
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Mandioca e Fruticultura - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 23-Nov-2012
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ALVES, A. A. C.
SANTOS, A. S.
MARTINS, M. L. L.
CARVALHO, P. C. L. de
LEDO, C. A. da S.
Informaçães Adicionais: ALFREDO AUGUSTO CUNHA ALVES, SRI; ARIANA SILVA SANTOS, UFRB; MÁRCIO LACERDA LOPES MARTINS, UFRB; PAULO CÉZAR LEMOS DE CARVALHO, UFRB; CARLOS ALBERTO DA SILVA LEDO, CNPMF.
Título: Manutenção, ampliação e utilização da coleção de espécies silvestres de mandioca da Embrapa Mandioca & Fruticultura
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. 1 CD-ROM.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Mandioca
Germoplasma de Manihot
Pré-melhoramento
Mandioca silvestre
Conteúdo: No gênero Manihot, com cerca de 98 espécies documentadas, apenas a mandioca (Manihot esculenta Crantz) é cultivada e é considerada um alimento básico para a alimentação humana nos trópicos. O Brasil, que é o principal centro de origem da mandioca, possui a maior diversidade genética do gênero. Para utilizar a diversidade do germoplasma silvestre, a Embrapa Mandioca & Fruticultura (CNPMF) estabeleceu e ampliou, desde 2005, uma coleção de espécies silvestres de Manihot. Os acessos desta coleção tem sido obtidos de várias fontes, tais como: 1) Sementes e estacas de acessos provenientes da Embrapa/Cenargen; 2) Material coletado na Embrapa/CPATSA e na coleção da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; 3) Plantas obtidas de sementes produzidas na coleção; 4) Importação de acessos in vitro da coleção do Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT) e 5) Expedições de coleta realizadas nas regiões semi-árida (caatinga) e cerrados. Atualmente, a coleção tem em torno de 605 acessos de 26 espécies. Esta coleção tem sido utilizada para realização de vários estudos, tais como: 1) Caracterização taxonômica e morfológica; 2) Compatibilidade de cruzamentos; 3) Desenvolvimento de híbridos e análise de paternidade; 4) Citogenética e produção e viabilidade de pólen; 5) Avaliação de procedimentos de criopreservação; e 6) Avaliação de fluxo gênico. Neste artigo são relatadas as etapas realizadas para o estabelecimento e ampliação desta coleção e os principais resultados das atividades de pesquisa envolvendo mandioca silvestre.
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MANUTENCAOAMPLIACAOEUTILIZACAO548.pdf41,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace