Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/941339
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 5-Dez-2012
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: ALVAREZ, R. de C. F.
CRUSCIOL, C. A. C.
NASCENTE, A. S.
Informaçães Adicionais: RITA DE CÁSSIA FÉLIX ALVAREZ, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL; CARLOS ALEXANDRE COSTA CRUSCIOL, UNESP, Botucatu-SP; ADRIANO STEPHAN NASCENTE, CNPAF.
Título: Análise de crescimento e produtividade de cultivares de arroz de terras altas dos tipos tradicional, intermediário e moderno.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 42, n. 4, p. 397-406, out./dez. 2012.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: A utilização da técnica de análise de crescimento permite caracterizar e entender o comportamento diferenciado de cultivares de arroz de terras altas. Este trabalho objetivou caracterizar, por meio da análise de crescimento, os componentes fisiológicos e o desempenho agronômico, bem como as diferenças existentes entre cultivares de arroz de terras altas do tipo tradicional, intermediário e moderno. O experimento foi conduzido em condições de terras altas, favorecidas pelo uso de irrigação suplementar. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, com três tratamentos constituídos por cultivares do tipo tradicional (Caiapó), moderno (Maravilha) e intermediário (BRS Primavera) e oito repetições. Foram estimados o índice de área foliar (IAF), taxa de crescimento da cultura (TCC), taxa de crescimento relativo (TCR), taxa assimilatória líquida ou aparente (TAL) e área foliar específica (AFE), além da produtividade de grãos e componentes de produção. As cultivares dos grupos intermediário e tradicional apresentaram os maiores acúmulos de matéria seca total e as dos grupos tradicional e moderno os maiores IAFs. A cultivar do grupo intermediário apresentou os maiores índices de TCC, TCR, TAL e AFE, bem como a maior produtividade de grãos, em decorrência dos maiores valores de fertilidade das espiguetas e massa de 1.000 grãos.
Thesagro: Arroz
Oryza sativa
Área foliar
Fisiologia vegetal
NAL Thesaurus: Rice
Plant development
Plant physiology
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
asp1.pdf316,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace