Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/942336
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: VIEIRA, S. S.
LOURENÇÃO, A. L.
GRAÇA, J. P.
JANEGITZ, T.
UEDA, T. E.
SALVADOR, M. C.
HOFFMANN-CAMPO, C. B.
Additional Information: SIMONE S. VIEIRA, INSTITUTO AGRONÔMICO DE CAMPINAS; ANDRÉ L. LOURENÇÃO, IAC; JOSÉ P. GRAÇA, UNESP - JABOTICABAL; TATIANI JANEGITZ, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, UEM; TATIANA E. UEDA, UNIFIL; MARIANA C. SALVADOR, UEL; CLARA BEATRIZ HOFFMANN CAMPO, CNPSO.
Title: Formação de fumagina e produção de isoflavonóides em diferentes genótipos de soja infestadas por mosca-branca Bemisia tabaci biótipo B (Genn.) (Hemiptera: Aleyrodidae).
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 24., 2012, Curitiba. SEB-40 anos de avanços da Ciência Entomológica Brasileira: anais. [Curitiba]: SEB, 2012. Disponível em: <http://www.cbe2012.com.br/_apps/anais_web/trabalhos_selecionar.php>.
Language: pt_BR
Description: O objetivo desse trabalho foi avaliar a formação de fumagina e a produção de isoflavonóides em diferentes genótipos de soja após infestação artificial de mosca-branca. Os genótipos de soja ?IAC 17?, ?IAC 19?, ?IAC 24?, ?IAC Holambra Stwart?, ?Barreiras?, ?Doko? e ?Vencedora? foram cultivados em vasos plásticos e mantidos em casa de vegetação, com temperatura de 28ºC e umidade relativa de 70%. As plantas foram levadas à sala de criação de mosca-branca e submetidas à infestação. Foi avaliada a porcentagem de formação de fumagina (%), com base em uma análise visual da planta toda. Para a extração dos isoflavonóides, as folhas coletadas do terço médio da planta foram trituradas em nitrogênio líquido, acrescentando-se metanol (MeOH)-80%. O extrato obtido foi submetido à ultrassom, centrifugado, filtrado e completamente seco, em fluxo de nitrogênio gasoso. Em seguida este extrato foi ressolubilizado em MeOH 80%, e injetado no HPLC. A identificação dos compostos foi feita através da comparação do tempo de retenção na coluna e dos espectros dos picos obtidos, com as características dos padrões. O genótipo ?IAC 19? apresentou a menor porcentagem de formação de fumagina. As substâncias identificadas nas análises cromatográficas neste experimento foram: daidzina, genistina, malonil daidzina, rutina, malonil glicitina, acetil daidzina, malonil genistina, daidzeína, gliciteína, genisteína e coumestrol. O genótipo ?IAC 19? teve as menores porcentagens de formação de fumagina e apresentou as maiores concentrações de isoflavonóides, com exceção de rutina, que foi maior em ?Barreiras?, e de malonil glicitina, maior em ?IAC Holambra?. No caso de genisteína, daidzeína e coumestrol, a quantidade encontrada em ?IAC 19? foi o dobro da dos demais genótipos. Com isso podemos concluir que IAC 19 apresenta menores infestações de fumagina podendo genisteína, daidzeína e coumestrol estarem relacionadas à defesa desse genótipo à mosca-branca e à formação de fumagina.
Thesagro: Soja.
Data Created: 2012-12-12
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
trabalho10.pdf148,69 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace