Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/942433
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2012
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: MONTEZANO, D. G.
SPECHT, A.
FRONZA, E.
ROQUE-SPECHT, V. F.
PEZZI, P.
LUZ, P. C. da
SOSA-GOMEZ, D.R.
BARROS, N. M. de
Additional Information: DÉBORA G. MONTEZANO, UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL; ALEXANDRE SPECHT, CPAC; EDEGAR FRONZA, UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL; VÂNIA F. ROQUE-SPECHT, FACULDADE UNB PLANALTINA; PATRÍCIA PEZZI, UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL; PRISCILA C. DA LUZ, UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL; DANIEL RICARDO SOSA GOMEZ, CNPSO; NEIVA M. DE BARROS, UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL.
Title: Efeito do tamanho e de múltiplos casais sobre o potencial reprodutivo de Spodoptera eridania (Stoll, 1782) (Lepidoptera: Noctuidae).
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 24., 2012, Curitiba. SEB-40 anos de avanços da Ciência Entomológica Brasileira: anais. [Curitiba]: SEB, 2012. Disponível em: <http://www.cbe2012.com.br/_apps/anais_web/trabalhos_selecionar.php>.
Language: pt_BR
Description: Entre os lepidópteros de importância agrícola, Spodoptera eridania (Stoll, 1782) tem despertado atenção por atingir níveis de dano econômico em culturas de importância como algodão e soja. Entretanto, existem poucos estudos detalhados de biologia, especialmente relacionados a aspectos reprodutivos. Visando determinar a capacidade máxima reprodutiva desta espécie avaliou-se o efeito do tamanho, empregando como parâmetro o peso pupal, e o número de casais por gaiola (um e três) sobre o número de cópulas, fecundidade e fertilidade. Os experimentos foram conduzidos em sala climatizada (25 ± 1ºC, 70 ± 10% UR e fotofase de 14 horas) com observações diárias. Adultos, emergidos no mesmo dia, classificados de acordo com a massa pupal, como pequenos, médios e grandes foram dispostos em gaiolas plásticas, (10 x 15cm), alimentados com dieta artificial e água estéril. Foram formadas 15 gaiolas com um casal cada, todos de tamanho médio, cinco gaiolas com 3 casais de tamanho pequeno e médio e 4 com três casais de tamanho grande. O número médio de cópulas dos casais de tamanho médio mantidos individualmente (1,13) foi significativamente menor do que o dos insetos pequenos (2,58), médios (2,47) e grandes (2,33),mantidos a três por gaiola. A fecundidade média dos casais individuais (1.398,00) também foi significativamente menor que a dos mantidos a três por gaiola, tanto de tamanho pequeno (1.709,07), médio (2.044,27) e grande (2.469,92). Entre estes últimos observou-se efeito positivo entre o tamanho da pupa e a fecundidade, com diferenças significativas entre todos os tamanhos. A fertilidade média dos casais individuais (67,45) foi muito inferior a observada para os casais pequenos (97,32%), médios (96,43%) e grandes (98,91%), mantidos a três por gaiola. Estes resultados indicam que em estudos que estimam o potencial reprodutivo devem ser utilizados pelo menos três casais por gaiola e que sejam descritos os pesos das pupas que originaram os adultos.
Thesagro: Soja.
Data Created: 2012-12-13
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
trabalho15.pdf86,02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace