Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/959262
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2013
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: GUIMARÃES, S. T
LIMA, H. N.
TEIXEIRA, W. G.
JUNIOR NEVES, A. F.
SILVA, F. W. R.
MACEDO, R. S.
SOUZA, K. W. de
Additional Information: Sérgio Tavares Guimarães, UFAM; Hedinaldo Narciso Lima, UFAM; WENCESLAU GERALDES TEIXEIRA, CNPS; Afrânio Ferreira Neves Junior, UFAM; Francisco Weliton Rocha Silva, UFAM; Rodrigo Santana Macedo, ESALQ/USP; Kleberson Worslley de Souza, Centro Pesquisa Agropecuária do Cerrado.
Title: Caracterização e classificação de gleissolos da várzea do Rio Solimões (Manacapuru e Iranduba) Amazonas, Brasil.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 37, n. 2, p. 317-326, mar./abr. 2013.
Language: Portugues
Keywords: DRX
Solos da Amazônia
Solos hidromórficos
Horizonte glei
Description: As várzeas do rio Solimões são áreas inundáveis com predomínio de Gleissolos, onde se estabeleceu grande parte da população rural do Estado do Amazonas. Os objetivos deste trabalho foram caracterizar e classificar cinco perfis de Gleissolos, distribuídos em três áreas da bacia do Médio Amazonas, localizados nas várzeas dos municípios de Manacapuru e Iranduba. Após a descrição morfológica dos solos, coletaram-se amostras dos seus horizontes para caracterização física, química e mineralógica. Similarmente, todos os perfis apresentaram expressiva gleização na matriz do solo, com cores cinzenta a cinzenta-esverdeada, nos horizontes mais superficiais, e cinzenta-clara a cinzenta-escura, nos subsuperficiais, denotando a redução do ferro. Os teores mais elevados da fração areia em horizontes de subsuperfície indicaram presença de diferentes camadas de deposição fluvial, enquanto os elevados teores de silte evidenciaram a natureza sedimentar recente e o baixo grau de desenvolvimento pedogenético desses solos. Os cátions predominantes nos solos foram Ca2+ e Mg2+, que apresentaram porcentagens de sódio trocável (PST), com amplitude de variação entre 0,70 e 2,09. Os valores de carbono orgânico encontrados foram menores de 80 g kg-1, apresentando a natureza mineral dos sedimentos recém-depositados. A composição mineralógica da fração argila revelou presença significativa de argilominerais 2:1, mas sem grande variabilidade entre os perfis. Esses resultados refletiram-se em elevada soma e saturação por bases, caracterizando solos eutróficos e com argila de atividade alta.
Data Created: 2013-06-04
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
V37N2a03.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace