Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/960366
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 21-Jun-2013
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SILVA, A. D.
OLIVEIRA JUNIOR, R. C. de
Informaçães Adicionais: ALESSANDRA DAMASCENO SILVA, ENGª AGRONÔMA; RAIMUNDO COSME DE OLIVEIRA JUNIOR, CPATU.
Título: Produção de liteira na Floresta Nacional do Tapajós no ano de 2007.
Edição: 2010
Fonte/Imprenta: Espaço Científico, Canoas, v. 11, n. 1/2, p. 44-54, 2010.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Produção liteira
Flona do Tapajós
Precipitação
Conteúdo: A produção de liteira representa uma importante via de transferência de nutrientes e energia da vegetação para o solo, independente do tipo de floresta. Assim, o objetivo desse estudo foi quantificar a produção de liteira, no ano de 2007, em área localizada no Km 67 da Floresta Nacional do Tapajós. Para quantificar a produção foram utilizados 40 coletores circulares de 1,5 m2, divididos em quatro transectos de 5 ha cada. A disposição dos 10 coletores em cada transecto foi aleatória. Sendo as coletas realizadas quinzenalmente, de janeiro a dezembro de 2007 e o material colhido encaminhado ao Laboratório do Programa LBA (Experimento de Grande Escala da Biosfera Atmosfera na Amazônia), onde foi realizado secagem em estufa a 65oC e segregação do mesmo nas frações: folhas, madeira, flores/frutos e miscelânea. Em seguida, ele foi novamente seco em estufa até peso constante e cada fração foi pesada em balança de precisão (0,01g), desprezando as embalagens recipientes, determinando-se assim o peso seco das amostras. A produção total no período foi estimada em 400,05 kg/ha, representados pela fração folhas, com 285,75kg/ha (71,43%); a fração madeira com 66,58 kg/ha (16,64%); e as frações flores/frutos e miscelânea com 18,93 kg/ha (4,73%) e 28,79 kg/ha (7,20%), respectivamente. A análise de correlação não foi significativa entre as frações e a precipitação. Desta maneira, verificou-se que a precipitação não influenciou a deposição da liteira, sendo que o aporte total do material apresentou a seguinte magnitude: folhas > madeira > miscelânea > flores/frutos
Ano de Publicação: 2010
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cosmep44.pdf393,03 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace