Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/960368
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 21-Jun-2013
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MADALÃO, J. C.
PIRES, F. R.
CARGNELUTTI FILHO, A.
NASCIMENTO, A. F.
CHAGAS, K.
ARAÚJO, R. S.
PROCOPIO, S. de O.
BONOMO, R.
Informaçães Adicionais: JOÃO CARLOS MADALÃO, UFV; FÁBIO RIBEIRO PIRES, UFES; ALBERTO CARGNELUTTI FILHO, UFSM; ALEX FAVARO NASCIMENTO, UFES; KRISTHIANO CHAGAS, UFES; RODRIGO SILVA ARAÚJO, UFES; SERGIO DE OLIVEIRA PROCÓPIO, CNPSO; ROBSON BONOMO, UFES.
Título: Susceptibilidade de espécies de plantas com potencial de fitorremediação do herbicida sulfentrazone.
Edição: 2013
Fonte/Imprenta: Revista Ceres, Viçosa, v. 60, n. 1, p. 111-121, jan./fev.2013.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Biorremediação
Conteúdo: Resumo: Dentre as novas tecnologias, a fitorremediação é opção para a descontaminação de áreas que receberam intensas aplicações de herbicidas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de selecionar espécies com potencial para a fitorremediação de solos contaminados com o herbicida sulfentrazone. As espécies testadas foram: Calopogonium mucunoides, híbrido de sorgo (Sorghum bicolor x Sorghum sudanense), Crotalaria breviflora, Crotalaria juncea, Canavalia ensiformis, Dolichos lablab, Stizolobium deeringianum e Stizolobium aterrimum, cultivadas em cinco doses do sulfentrazone (0, 200, 400, 800 e 1.600 g ha -1). O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizandose vasos com capacidade para 6 L, preenchidos com amostras de solo coletadas na profundidade de 0-20 cm. Foram avaliadas a fitotoxicidade do herbicida, a altura de plantas e a massa de matéria seca da parte aérea e de raízes. As espécies que manifestaram os menores sintomas de fitotoxicidade e os maiores índices de altura e matéria fresca e seca foram C. juncea, C. ensiformis e D. lablab, sendo selecionadas como tolerantes ao herbicida sulfentrazone e com potencial para fitorremediação. Abstract: Among the new technologies, phytoremediation is considered as an option for the decontamination of areas that thave undergone intense herbicide applications. This work aimed to select species with potential to the phytoremediation of soils contaminated with the herbicide sulfentrazone. The tested species were Calopogonium mucunoides, hybrid Sorghum (Sorghum bicolor x Sorghum sudanense), Crotalaria breviflora, Crotalaria juncea, Canavalia ensiformis, Dolichos lablab, Stizolobium deeringianum e Stizolobium aterrimum. The experiment was conducted in a greenhouse, using 6 dm3 vases filled with soil samples collected at a depth of 20 cm. The experimental design was the randomized blocks in a factorial scheme of 8 x 5, with four repetitions, which were composed by the eight plant species, and five doses of sulfentrazone (0, 200, 400, 800 and 1,600g ha -1). We evaluated the phytotoxicity of the herbicide, plant height and dry weight of shoots and roots. The species showing the least symptoms of phytotoxicity and the highest rates of height and fresh and dry biomass were C. juncea, C. ensiformis and D. lablab, which were selected as tolerant to the herbicide sulfentrazone and with potential for phytoremediation.
Thesagro: Herbicida
NAL Thesaurus: Herbicides
Ano de Publicação: 2013
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Susceptibilidadedeespeciesdeplantascompotencialdefitorremediacaodoherbicidasulfentrazone.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace