Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/962103
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2013
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: EBELING, A. G.
ANJOS, L. H. C. dos
PEREZ, D. V.
PEREIRA, M. G.
NOVOTNY, E. H.
Additional Information: Adierson Gilvani Ebeling, Centro Estadual de Pesquisa em Desenvolvimento Rural; Lucia Helena Cunha dos Anjos, UFRRJ; DANIEL VIDAL PEREZ, CNPS; Marcos Gervasio Pereira, UFRRJ; ETELVINO HENRIQUE NOVOTNY, CNPS.
Title: Atributos físicos e matéria orgânica de Organossolos háplicos em distintos ambientes no Brasil.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 37, n. 3, p. 763-774, 2013.
Language: Portugues
Keywords: Grau de decomposição da matéria orgânica
Subsidência
Description: Os Organossolos são formados em condições geomórficas e climáticas que favorecem o acúmulo de material orgânico e sua drenagem para uso agrícola conduz a subsidência e modificações no teor de matéria orgânica do solo (MOS), com implicações na sustentabilidade desses solos. O objetivo deste trabalho foi avaliar alguns atributos físicos e sua relação com o teor e grau de decomposição da matéria orgânica de Organossolos Háplicos formados em ambientes hidromórficos, nos Estados do Rio de Janeiro (clima tropical atlântico Aw), Maranhão (tropical Awh) e Paraná (subtropical Cfb), com distintos usos. Foram utilizados os métodos recomendados no Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS) para caracterização de oito perfis, totalizando 30 horizontes, de Organossolos, sendo o teor de matéria orgânica quantificado pelo método da mufla. Os atributos físicos densidade do solo (Ds), densidade da matéria orgânica (DMO), percentual de material mineral (MM) e resíduo mínimo (RM) refletiram no teor e grau de transformação do material orgânico. A Ds variou de 0,09 a 0,93 Mg m -3 , com média de 0,44 Mg m -3 e a DMO, de 0,02 a 0,66 Mg m -3, sendo a média de 0,28 Mg m -3 . Observou-se relação diretamente proporcional entre a Ds e os atributos MM e RM. Quanto ao grau de decomposição, os materiais orgânicos foram identificados principalmente nas classes de hêmicos e sápricos; porém, como classes distintas foram obtidas em função do método usado, recomenda-se o uso do índice de pirofosfato e teor de fibras esfregadas em conjunto, definindo as classes por faixa de valores. Os Organossolos com menor alteração antrópica, no Estado do Rio de Janeiro (RJ02 e RJ08), apresentaram o maiores teores de matéria orgânica e os menores valores de Ds, DMO e MM. Assim, esses atributos são relevantes como indicadores do potencial de subsidência e da degradação dos Organossolos, solos relevantes pelo seu alto estoque de carbono e para a preservação de aquíferos.
Thesagro: Solo Orgânico
Data Created: 2013-07-15
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
V37N3a23.pdf101,93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace