Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/966911
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2013
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: GARCIA, C. H. P.
LIMA, H. N.
SILVA, F. W. R.
NEVES JUNIOR, A. F.
TEIXEIRA, W. G.
MACEDO, R. S.
TAVARES, S. G.
Additional Information: Cira Hortensia Pérez Garcia, UFAM; Hedinaldo Narciso Lima, DEAS/UFAM; Francisco Weliton Rocha Silva, UFAM; Afrânio Ferreira Neves Junior, UFAM; WENCESLAU GERALDES TEIXEIRA, CNPS; Rodrigo Santana Macedo, USP/ESALQ; Sérgio Guimarães Tavares, UFAM.
Title: Chemical properties and mineralogy of soils with plinthite and petroplinthite in Iranduba (AM), Brazil.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 37, n. 4, p. 936-946, ago. 2013.
Language: Ingles
Keywords: Plintossolo
Grau de intemperismo
DRX
Amazônia Central
Description: Expressivas áreas de solos com presença de materiais ferruginosos como plintita e, ou, petroplintita são muito frequentes na Bacia Amazônica brasileira. O objetivo deste trabalho foi avaliar os atributos químicos, a composição mineralógica e o grau de intemperismo de quatro perfis de solos com presença de plintita e petroplintita, em Iranduba, AM. Três perfis de solos, como P1, Latossolo Amarelo distrófico petroplíntico; e P2 e P3, Plintossolo Pétrico concrecionário típico, ocupam posição mais elevada na paisagem apresentando boa drenagem, enquanto o perfil P4, Plintossolo Háplico alítico típico, encontra-se na área mais baixa com restrições de drenagem. Após a descrição morfológica dos perfis, amostras dos seus horizontes foram coletadas, secas ao ar, preparadas para obtenção da terra fina seca ao ar (TFSA) e posteriormente submetidas às análises químicas e mineralógicas, por meio de difratometria de raios-X (DRX) e ataque sulfúrico. As análises químicas revelaram que todos os solos apresentavam fertilidade extremamente baixa, com pH variando entre forte e moderadamente ácido, teores elevados de Al3+ no complexo trocável, baixos valores de soma de bases, matéria orgânica e P disponível. A mineralogia revelou similaridade entre os perfis, principalmente entre os bem-drenados, com predomínio de caulinita e quartzo nas frações argila e areia, respectivamente. No perfil com deficiência de drenagem (P4), a fração argila apresentou também mineral do tipo 2:1. Os índices Ki e Kr revelaram que os perfis bem-drenados P1, P2 e P3 são altamente desenvolvidos e quimicamente intemperizados, enquanto o P4 foi caracterizado como menos desenvolvido, quando comparado aos demais estudados. Por fim, os perfis com presença de plintita e petroplintita na região de estudo são altamente desenvolvidos e possuem fertilidade do solo extremamente baixa; com exceção do perfil P4, os solos são bemdrenados.
Thesagro: Fertilidade do Solo
Data Created: 2013-09-24
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
V37N4a112.pdf709,04 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace