Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/975052
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 6-Jan-2014
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: ALVES, R. N. B.
MODESTO JUNIOR, M. de S.
Informaçães Adicionais: RAIMUNDO NONATO BRABO ALVES, CPATU; MOISES DE SOUZA MODESTO JUNIOR, CPATU.
Título: Roça sem fogo e trio da produtividade da mandioca.
Edição: 2012
Fonte/Imprenta: Inclusão Social, v. 6, n. 1, p. 191-200, jul./dez. 2012.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Agroecologia.
Conteúdo: A queima da vegetação, na maioria das propriedades agrícolas, tem sido a opção de preparo de área praticada na agricultura da Amazônia, sendo a principal fonte de emissão de gases de efeito estufa na região. As queimadas sucessivas também têm sido uma das causas da redução da produtividade das culturas, principalmente da mandioca. No Baixo Tocantins, Estado do Pará, além das queimadas os agricultores não adotavam tecnologias para produção de mandioca e a produtividade média de 15,81 t/ha de raiz, muito baixa considerando o potencial da cultura. O problema atingiu proporções alarmantes acarretando a inclusão do Brasil na 4ª colocação entre os países considerados maiores emissores de gases que provocam o aquecimento global. O grande desafio era como substituir gradativamente o fogo dos sistemas agrícolas da Amazônia sem prejudicar a produtividade e a segurança alimentar, tendo como público-alvo agricultores familiares com percentual acima de 80% de analfabetismo. Só havia um caminho que era eleger processos tecnológicos que pudessem ser adotados pela maioria dos agricultores familiares sem implicar no investimento de recursos financeiros e simplificando as informações tecnológicas de modo a facilitar o entendimento desse perfil de agricultores, utilizando a difusão dos processos tecnológicos com conceitos pedagógicos da prática do passo-a-passo da Roça sem Fogo e do Trio da Produtividade da Mandioca. Este trabalho relata as experiências de pesquisa e de difusão dessas tecnologias na região do Baixo Tocantins, visando o aumento da produtividade de raiz de mandioca com respeito ao meio ambiente. Os agricultores que adotaram essas práticas nos municípios de Moju, Acará, Cametá e Abaetetuba obtiveram produtividade média de 22,17 t/ha, cerca de 40% a mais que a média estadual.
Thesagro: Efeito Estufa
Mandioca
Queimada.
Ano de Publicação: 2012
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2549531PB.pdf1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace