Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/975297
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Café - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2013
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, V. A.
HAYASHI, F. L.
PASQUALOTTO, A. T.
OLIVEIRA, A. L. de
MEIRELLES, A. L.
BOTELHO, C. E.
CARVALHO, G. R.
FERRAO, M. A. G.
FERRÃO, R. G.
Additional Information: VÂNIA APARECIDA SILVA, EPAMIG; FELIPE LACERDA HAYASHI, UFLA; ALLAN TEIXEIRA PASQUALOTTO, UFLA; ALEXANDRINO LOPES DE OLIVEIRA, EPAMIG; ALESSANDRO LEITE MEIRELLES, Bolsista Consórcio Pesquisa Café; CÉSAR ELIAS BOTELHO, EPAMIG; GLADYSTON RODRIGUES CARVALHO, EPAMIG; MARIA AMELIA GAVA FERRAO, SAPC; ROMÁRIO GAVA FERRÃO, INCAPER.
Title: Produtividade de clones da variedade vitoria sob sistema de cultivo sequeiro no vale de Jequitinhonha-MG.
Publisher: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 8., 2013, Salvador. Sustentabilidade e inclusão Social. Brasília, DF: Embrapa Café, 2013.
Language: pt_BR
Keywords: Melhoramento genético.
Café Conilon
Description: A variedade vitória que se caracteriza pela tolerância à seca, alta adaptabilidade e estabilidade de produção, surge como uma alternativa ao cultivo sequeiro na região do Vale do Jequitinhonha-MG. Entretanto, como os clones possuem heterogeneidade genética pode haver variação na sua capacidade de aclimatação. Assim, esse trabalho objetivou avaliar a produtividade inicial de clones da variedade vitória sob cultivo sequeiro no vale do Jequitinhonha. Para tanto, foram implantados 13 clones da variedade Vitória no delineamento foi blocos casualizados, com quatro repetições e parcelas constituídas por seis plantas e espaçamento de 3,0 x 1,0 m. A média de produtividade de todos os clones que compõem a variedade no biênio 2011/2012 foi de 51,53 sc.benef./há, sendo que a segunda colheita apresentou produtividade média 85% maior em relação a primeira. Os clones que mais se destacaram foram os 7V, 9V e 10V, com produtividades médias do primeiro biênio oscilando entre 69,53 a 82,11 sc. benef./ha. Houve variabilidade genética e ambiental entre os clones quanto às características relação coco/beneficiado, percentagem de frutos chochos, percentagem de grãos com peneira média superior a 13 e percentagem de grãos tipo moca, porém a maioria dos clones apresentaram esses parâmetros dentro de limites aceitáveis para a variedade Vitória. De maneira geral, a variedade Vitória possui elevada capacidade produtiva inicial nas condições no Vale do Jequitinhonha.
Thesagro: Coffea canephora.
Data Created: 2014-01-08
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (SAPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Produtividadedeclonesdavariedade.pdf31,38 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace