Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/989798
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 4-Jul-2014
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MATTIONI, N. M.
BECHE, M.
ANDRADE, F. F. de
ZEN, H. D.
CABRERA, I. C.
MERTZ, L. M.
Informaçães Adicionais: NILSON MATHEUS MATTIONI, UFSM; MANOELA BECHE, UFSM; FABRICIO FUZZER DE ANDRADE, UFSM; HUMBERTO DAVI ZEN, UFSM; INGRID CERVO CABRERA, UFSM; LILIANE MARCIA MERTZ HENNING, CNPSO.
Título: Qualidade das sementes de aveia-preta de acordo com a pigmentação.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: Revista de Ciências Agrárias, Belém, v. 57, n. 1, p. 90-94, jan./mar. 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Aveia-preta
Conteúdo: RESUMO: Em lotes comerciais de sementes de aveia-preta, é comum a presença de sementes sem pigmentação, principalmente quando as mesmas são submetidas a condições de estresse durante a fase de maturação. O objetivo deste trabalho foi comparar a qualidade das sementes de aveia-preta de acordo com sua pigmentação. Foram utilizados 12 lotes comerciais de sementes, produzidas na safra 2012/2012, no Rio Grande do Sul. As sementes, dentro de cada lote, foram separadas em pigmentadas e não pigmentadas. Efetuou-se o tratamento para superação da dormência, além da caracterização das sementes pelos testes: matéria de mil sementes; germinação; primeira contagem; matéria seca de plântulas; comprimento de plântulas, e índice de velocidade de germinação. Não há relação entre o grau de dormência e a pigmentação em sementes de aveia-preta. Sementes de aveia-preta sem pigmentação possuem menor matéria de mil sementes e qualidade fisiológica inferior em relação às pigmentadas. ABSTRACT: Seeds without pigmentation are commonly found in commercial lots of black oat seeds, especially when they are produced under stress conditions during their maturation process. In this study, we aimed to compare oat seed quality according to pigmentation. Twelve lots of black oat seeds from the 2012/2012 crop in the state of Rio Grande do Sul were used. Each seed lot was separated in two samples according to their pigmentation: pigmented and non-pigmented. Subsequently, treatment to overcome seed dormancy was performed. To evaluate seed quality, seed samples were submitted to the following tests and determinations: weight of thousand seeds, germination, first count of germination, seedling dry mass, seedling length, and germination speed index. According to the results obtained, there is no relation between seed pigmentation and seed dormancy. Black oat seeds without pigmentation present lower weight of thousand seeds and lower physiological quality compared with pigmented seeds.
Ano de Publicação: 2014
ISSN: 1517-591X
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Qualidadedassementesdeaveiapretadeacordocomapigmentacao.pdf740,89 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace