Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/994394
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 8-Set-2014
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: OLIVEIRA, T. B.
MORAES, L. A. C.
GOIS, M. S.
GRAÇA, J. P.
OLIVEIRA, M. C. N.
HOFFMANN-CAMPO, C. B.
Informaçães Adicionais: TASSIA BOENO OLIVEIRA, CNPq - bolsista; LARISSA ALEXANDRA CARDOSO MORAES, CNPSO; MAYARA SOUZA GOIS, UNOPAR; JOSÉ PEREZ DA GRAÇA; MARIA CRISTINA NEVES DE OLIVEIRA, CNPSO; CLARA BEATRIZ HOFFMANN-CAMPO, CNPSO.
Título: Atividades de quitinase após eliciação das defesas da soja contra a ferrugem asiática.
Edição: 2014
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 47.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MOFO BRANCO, 2014, Londrina. Desafios futuros: anais. Londrina: SBF, 2014.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Ferrugem asiática da soja
Conteúdo: Para avaliar a influência do jasmonato de metila (JM) sobre a atividade da quitinase (proteína relacionada à patogênese), assim como, o potencial do eliciador na redução do progresso da ferrugem asiática, no estádio V5 as plantas da cultivar suscetível BRS 361 foram pulverizadas com água, Tween 20 a 0,02 % e JM a 1,25 mM. Após 24 horas da pulverização, as plantas foram inoculadas com 1,4x105 uredósporos/mL de Phakopsora pachyrhizi; como controle foi aplicado água. Utilizou-se delineamento em blocos ao acaso, com seis blocos, cada vaso contendo cinco plantas. Coletaram-se folhas V4 e V5, às 48, 96, 144 e 192 horas após a inoculação. Folhas de plantas não inoculadas foram coletadas nos mesmos períodos. A atividade da quitinase foi determinada pelo método proposto por Robert & Selitrennikoff (Journal of General Microbiology, v. 134, n. 1, p. 169-176, 1988), modificado por Harman et al. (Phytopathology, v. 83, n. 3, p. 313-318, 1993). A atividade da quitinase foi superior em folhas de soja inoculadas em comparação com as não inoculadas, independente dos produtos aplicados. A aplicação de JM aumentou a atividade da quitinase em folhas submetidas ou não a inoculação, independente do período de avaliação. A aplicação de Tween 20 também aumentou a atividade em comparação com a água, independente da inoculação, embora com intensidade sempre menor que o JM. Os resultados obtidos sugerem que a inoculação com ferrugem asiática da soja induz a atividade da quitinase e que eliciadores JM e Tween 20 podem ser usados para avaliar a resistência da soja ao patógeno.
Ano de Publicação: 2014
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Atividadesdequitinaseaposeliciacaodasdefesasdasojacontraaferrugemasiatica.PDF27,05 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace