Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1035986
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: DONAGEMMA, G. K.
VIANA, J. H. M.
VAZ, C. M. P.
FONTANA, A.
Additional Information: GUILHERME KANGUSSU DONAGEMMA, CNPS; JOAO HERBERT MOREIRA VIANA, CNPMS; CARLOS MANOEL PEDRO VAZ, CNPDIA; ADEMIR FONTANA, CNPS.
Title: Quantificação de argila e silte em solos de textura leve por diferentes métodos de análise granulométrica.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.
Language: pt_BR
Keywords: Análise textural
Neossolo Quartzarênico
Latossolo textura média
Description: Solos de textura leve têm sido incorporados em grande escala na agricultura e pecuária brasileira. Muitos desses solos são encontrados na região chamada MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), bem como em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais. A caracterização da granulometria desses solos é muito importante para compreessão do seu comportamento e manejo, assim como é critério para a classificação das classes de Neossolos Quartzarênicos e Latossolos. Para a análise granulométrica no Brasil, os métodos mais utilizados são: o da pipeta e do densímetro. O da pipeta é considerado o padrão de referência e o densímetro é considerado menos trabalhoso, porém tem limite mínimo de leitura de 5 g L-1. Isso leva a um risco de um erro na determinação da argila, se estes forem menores que 20 %. Um método alternativo é o da atenuação de radiação ionizante (raios gama ou X), que permite estudar as frações de argila e silte em detalhe e reduz o efeito do operador, uma vez que a análise é realizada de forma automática. Assim, objetivou-se avaliar o método mais adequado para quantificação de argila e silte para solos de textura leve. Para tanto se usou amostras de dois horizontes (A e Bw ou C), de Chapada Gaúcha - MG, Guaraí - TO e Campo Verde - MT e três métodos de quantificação do silte e argila: pipeta, densímetro e atenuação de raios gama. As médias de argila e silte dos métodos alternativos (densímetro e raios gama) foram comparados com o método padrão (pipeta). O método do densimetro mostrou-se de baixa acurácia e o de raios gama necessita ser melhor calibrado para estes solos.
Data Created: 2016-02-03
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015172.pdf164,86 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace