Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1055855
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Acre - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ARAUJO, H. J. B. de
SILVA, Y. F. da
Additional Information: HENRIQUE JOSE BORGES DE ARAUJO, CPAF-Acre; Yara Freitas da Silva, Universidade Federal do Acre.
Title: Restauração de florestas exploradas seletivamente no Acre.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE REFLORESTAMENTO FLORESTAL, 4., 2016, Rio de Janeiro. Estratégias para restauração florestal: anais eletrônicos. Rio de Janeiro: Cedagro: CREA-RJ: UFRRJ, 2016.
Pages: 4 p.
Language: pt_BR
Keywords: Manejo florestal
Regeneração florestal
Espécies madeireiras comerciais
Amarelão
Aspidosperma vargasii
Ormosia arborea
Cedrela odorata L
Cerejeira
Freijó
Hymenaea courbaril L
Timbaúba
Enterolobium maximum
Acre
Amazônia Ocidental.
Description: Por meio de técnicas de restauração, florestas exauridas podem ser conduzidas de maneira a minimizar os efeitos da exploração seletiva que as modificaram. O plantio de mudas é um método rápido e eficaz de restauração de florestas. Este trabalho objetiva descrever os resultados de plantios de enriquecimento de florestas de produção nos municípios de Xapuri, Brasiléia e Rio Branco, no estado do Acre. Foram utilizadas dez espécies florestais madeireiras comerciais: amarelão (Aspidosperma vargasii A. DC.), angelim (Ormosia arborea (Vell.) Harms), cedro (Cedrela odorata L.), cerejeira (Amburana acreana (Ducke) A. C. Sm.), freijó (Cordia alliodora (Ruiz & Pav.) Oken), ipê (Tabebuia serratifolia (Vahl) G. Nicholson), itaúba (Mezilaurus itauba (Meisn.) Taub. ex Mez), jatobá (Hymenaea courbaril L.), mogno (Swietenia macrophylla King) e timbaúba (Enterolobium maximum Ducke). Os plantios foram entre outubro/2011 a março/2012, totalizando 1273 mudas. Os tratamentos silviculturais de condução e o monitoramento foram nos anos de 2012, 2013, 2014 e 2015. Após 48 meses ao plantio, a taxa média de sobrevivência foi de 42,3%, altura total média de 1,52 m e diâmetro médio de 1,88 cm. As espécies com os melhores desempenhos com relação a crescimento e sobrevivência foram cerejeira, cedro, freijó, jatobá, mogno e timbaúba.
Thesagro: Amburana Acreana
Angelim
Cedro
Cordia Alliodora
Jatobá
Itaúba
Ipê
Mezilaurus Itauba
Muda
Mogno
Plantio
Tabebuia Serratifolia.
Swietenia Macrophylla
Data Created: 2016-11-03
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAF-AC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
26190.pdf45,12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace