Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1059718
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agrossilvipastoril - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SOUZA, G. F.
HOOGERHEIDE, E. S. S.
REIS, J. C. dos
DUARTE, G. S. D.
SILVA, J. F. V.
Additional Information: GRAZIELLY FARIA SOUZA, UFMT-SINOP; EULALIA SOLER SOBREIRA HOOGERHEIDE, CPAMT; JULIO CESAR DOS REIS, CPAMT; GISELE SOARES DIAS DUARTE, UFMT-SINOP; JOAO FLAVIO VELOSO SILVA, GPR.
Title: Conservação on farm da mandioca: etnobotânica e aspectos socioeconômicos da comunidade rios dos couros, cuiabá, mt
Publisher: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE AGROECOLOGIA DA AMÉRICA DO SUL, 2.; JORNADA INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO, 1.; SEMINÁRIO DE AGROECOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL, 6; ENCONTRO DE PRODUTORES AGROECOLÓGICOS DE MATO GROSSO DO SUL, 5.; SEMINÁRIO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS EM BASES AGROECOLÓGICAS DE MATO GROSSO DO SUL, 2., 2016, Dourados. Agroecologia e soberania alimentar: saberes em busca do bem viver: anais. Dourados: UFGD, 2016. Não paginado. Agroecol 2016. 1 CD-ROM.
Language: pt_BR
Keywords: Baixada cuiabana
Etnovariedade
Description: A região entorno de Cuiabá possui mais de dez mil agricultores, dentre eles agricultores tradicionais mantenedores de um rico acervo de etnovariedades de mandioca, visto a região ser considerada centro de diversidade da Manihot esculenta. Este trabalho teve por objetivo o estudo etnobotânico das mandiocas conservadas on farm, e o estudo do perfil socioeconômico da comunidade tradicional Rio dos Couros, Cuiabá, Mato Grosso. Para tal foram aplicados dois questionários semi-estruturados. Usou-se o programa Stata 13 para análise dos dados do perfil socieconômico, e para os demais dados foram feitas interpretações descritivas. Todos os informantes se autodenominaram agricultores, independente do gênero, sendo 81% homens e 18% mulheres, com idade média de 50 anos. Em todas as unidades residem os agricultores (avós) junto com seus netos, sendo que os filhos vivem e trabalham em Cuiabá em 90% das famílias. A aposentadoria e programas sociais são a principal fonte de renda das famílias. A comercialização da mandioca, principalmente pela produção da farinha, é complementar à renda. Foram identificadas um total de 29 etnovariedades, sendo algumas mantidas pelos agricultores há cerca de 20 anos. A erosão genética é um fenômeno constatado pelo motivo de não haver sucessores para a atividade.
Data Created: 2016-12-30
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAMT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016cpamtconservacaofarmmandiocaaspectossocioeconomicos.pdf432,49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace