Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1076081
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2017
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: FRITZSONS, E.
MANTOVANI, L. E.
WREGE, M. S.
Additional Information: ELENICE FRITZSONS, CNPF; Luiz Eduardo Mantovani, Prof. do Depto de Geologia, UFPR; MARCOS SILVEIRA WREGE, CNPF.
Title: Relação entre altitude e temperatura e a presença de araucária no Paraná.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 20.; SIMPÓSIO DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E DESERTIFICAÇÃO DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO, 5., 2017, Juazeiro, Petrolina. A agrometeorologia na solução de problemas multiescala: anais. Petrolina: Embrapa Semiárido: Univasf, 2017.
Pages: 5 p.
Language: pt_BR
Keywords: Gradiente térmico
Thermal gradient
Description: A relação da altitude com a temperatura é especialmente importante para as regiões tropicais e subtropicais onde uma diferença altitudinal de algumas centenas de metros provoca mudanças sensíveis no ambiente. A temperatura do ar sofre alterações com a altitude, latitude e longitude e, em função do relevo cada local, pode apresentar um gradiente térmico específico. A araucária está presente nas regiões mais frias do sul do Brasil. Foram separadas as estações dos municípios do estado em áreas onde há condições climáticas para o desenvolvimento da araucária e as outras áreas onde não há presença da araucária ou onde o plantio da araucária não é recomendado. As altitudes dos dois grupos foram organizados em planilhas eletrônicas e submetidos à análise estatística descritiva para identificar os valores médios, máximos e mínimos dos grupos. Foi aplicado o teste T (teste de Student) para verificar a diferença entre as médias. Utilizando o gradiente térmico médio do mês de janeiro para o Estado do Paraná (- 1ºC/126m), o que equivale a uma redução de aproximadamente 0,79 oC a cada 100 metros de altitude, pode-se verificar que houve uma amplitude térmica para o mês de janeiro de 2,34 oC para uma amplitude altitudinal de 352 metros considerando as áreas de ocorrência natural de araucária daquelas onde a araucária não ocorre naturalmente.
Thesagro: Araucaria angustifolia
Pinheiro do Paraná
Espécie nativa
Clima
Zoneamento florestal
NAL Thesaurus: Zoning
Climate
Temperature profiles
Data Created: 2017-09-21
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017EleniceCBAGRORelacao.pdf182,51 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace