Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1079829
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Pecuária Sudeste - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2017
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, L. K. X.
BARROS, D. V.
LOURENÇO JUNIOR, J. de B.
SILVA, A. O. A. da
SOUSA, J. S. de
FATURI, C.
PANTOJA, M. H. de A.
BOTTA, D.
GARCIA, A. R.
Additional Information: Lílian Kátia Ximenes Silva, UFPA; Daniel Vale Barros, UFPA; José de Brito Lourenço Junior, UFPA; Aluízio Otávio Almeida da Silva, UFPA; José Silva de Sousa, UFPA; Cristian Faturi, UFRA; Messy Hannear de Andrade Pantoja, UFPA; Daniela Botta, UFPA; ALEXANDRE ROSSETTO GARCIA, CPPSE.
Title: Temperaturas de superfície escrotal avaliadas por termografia de infravermelho e qualidade seminal de touros bubalinos em condições de clima tropical úmido.
Publisher: In: REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANDROLOGIA ANIMAL, 2., 2017, Uberlândia, MG. Anais... Corumbá: Embrapa Pantanal, 2017.
Pages: p. 187-190.
Series/Report no.: (Embrapa Pantanal. Documentos, 146)
Language: pt_BR
Keywords: Andrologia animal
Análises termográficas
Estresse térmico
Description: Os búfalos podem demonstrar estresse térmico e falta de eficiência reprodutiva se submetidos a altas temperaturas ambientais. Assim, o objetivo foi avaliar as temperaturas da superfície escrotal e a qualidade do sêmen dos búfalos criados em condições climáticas tropicais úmidas. O ensaio compreendeu o período mais chuvoso (abril e maio), período de transição (junho a agosto) e menor período de chuva (setembro a dezembro). Foram utilizados 11 búfalos como doadores de sêmen. Os touros foram submetidos mensalmente à avaliação da freqüência respiratória (FR, respirações / min), freqüência cardíaca (FC, batimentos / min), temperatura retal (TR, ºC) e temperaturas da superfície escrotal (TSE, ºC). Todas as amostras de sêmen de 15 dias foram coletadas usando vagina artificial. O índice de temperatura e umidade (ITU) e o índice de conforto de Benezra (ICB) foram calculados. ITU, ICB e TR não apresentaram diferença significativa. FR e FC permaneceram maiores durante o período de transição e à tarde. Foi observada maior temperatura do funículo espermático (TFE) e do polo testicular dorsal (TPTD) no período menos chuvoso. Não houve diferença entre os períodos observados para temperatura escrotal máxima (TEMax), média (TEMed) e mínima (TEMin), temperatura do polo testicular ventral (TPTV) e temperatura da cauda do epidídimo (TCE). Apesar do desafio térmico observado no ensaio, os touros bubalinos mostraram normalidade nos termogramas, caracterizados por gradientes positivos de temperatura, e conseguiram manter padrões normais de qualidade seminal durante as estações climáticas.
Data Created: 2017-11-16
ISSN: 1981-7223
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPPSE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVAetal2017TemperaturasdeSuperficieEscrotaleQualidadeSeminaldeTourosBubalinos.pdf259,62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace