Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1103072
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2018
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: GUERRA, C. C.
PEREIRA, G. E.
Additional Information: CELITO CRIVELLARO GUERRA, CNPUV; GIULIANO ELIAS PEREIRA, CNPUV.
Title: A qualidade e a tipicidade dos vinhos finos tranquilos e espumantes brasileiros.
Publisher: Territoires du Vin, v. 9, p. 1-10, 2018.
Language: pt_BR
Keywords: Brazilian fine wine
Quality
Typicality
Vinhos finos brasileiros
Tipicidade
Description: O Brasil possui uma vasta superfície territorial, que encerra uma diversidade de áreas potencialmente aptas à produção vitivinícola. Entretanto, até os anos 710 no século XX, uma única região vitícola (Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul) respondia pela quase totalidade da produção vitivinícola brasileira. Desde então e até meados do século XXI, ocorreu uma expansão do cultivo da videira. Atualmente, o mapa das regiões vitivinícolas brasileiras está mais complexo, com pelo menos oito polos de produção. Há, ainda, um grande número de empreendimentos vitivinícolas espalhados por muitos municípios do país, os quais são importantes, pois podem ser os embriões de novas regiões vitivinícolas. As transformações verificadas nas regiões de produção estenderam-se também aos vinhos. Existem atualmente no país cerca de mil e duzentas vinícolas, em pelo menos quatorze estados da federação, as quais elaboram principalmente vinhos tranquilos (tintos, brancos e rosados) e espumantes (tradicionais e moscatéis). Este artigo mostra o essencial da produção brasileira de vinhos finos por região, considerando variedades cultivadas e características dos principais tipos e estilos de vinhos produzidos em cada uma delas. Palavras-chave: vinhos finos brasileiros, qualidade, tipicidade Abstract Brazil has a large territorial area, which contains a diversity of areas potentially suitable for wine production. However, until the 1970s, a single wine region (Serra Gaúcha in the state of Rio Grande do Sul) was responsible for almost all the Brazilian wine production. From then, and until these years of the XXI century, there was an expansion of vine cultivation. Currently, the map of the Brazilian wine regions in more complex, with at least eight poles of production. There are also a large number of wineries in many municipalities across the country, which are important because they many be the embryos of new wine-growing regions. The transformations verified in the regions also extended to the wines. There are currently around one thousand and two hundred wineries in at least fourteen states of the federation, which mainly produce still wines (reds, whites and róses) and sparkling wines (traditional and muscat). This article shows the essential Brazilian production of "fine wines" by region, considering cultivated varieties and characteristics of the main types and styles of wines produced in each one of them.
Thesagro: Qualidade
Data Created: 2019-01-04
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AQualidadeeaTipicidadedosVinhosFinosTranquiloseEspumantesBrasileiros.pdf376,41 kBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace