Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1107103
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Gado de Corte - Capítulo em livro científico (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Capítulo em livro científico (ALICE)
Authors: HIGA, L. de O. S.
GARCIA, M. V.
BARROS, J. C.
BONATTE JUNIOR, P.
Additional Information: Leandro de Oliveira Souza Higa, Biólogo. Doutorando em Doenças Infecciosas e Parasitárias; Marcos Valério Garcia, Biólogo. Doutor Microbiologia Agropecuária; JACQUELINE CAVALCANTE BARROS, CNPGC; Paulino Bonatte Junior, Médico-Veterinário. Mestrando do Programa de Pos-Graduação em Ciência Animal.
Title: Controle do carrapato-do-boi por meio de acaricidas.
Publisher: In: ANDREOTTI, R.; GARCIA, M. V.; KOLLER, W. W. (Ed.). Carrapatos na cadeia produtiva de bovinos. Brasília, DF: Embrapa, 2019. 240 p. il. color.
Pages: p. 135-145
Language: pt_BR
Keywords: Controle do carrapato
Acaricida sintético
Description: O carrapato-do-boi, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, apresenta ampla distribuição geográfica, sendo encontrado, principalmente, em região tropical e subtropical (Ali et al., 2016). Devido ao crescimento e desenvolvimento da criação dos bovinos durante o século XIX para suportar a demanda alimentícia humana, houve também um crescimento na população desses carrapatos. Os carrapatos são considerados os ectoparasitos de maior importância para a bovinocultura (Gray, 1985), participando na transmissão de agentes patogênicos, provocando irritação e/ou reações alérgicas na pele, anemia, diminuição no ganho de peso e na produção de leite (Lehman, 1993; Jonsson et al., 1998; Jonsson, 2006). A presença de altas infestações do carrapato R. (B.) microplus nos bovinos pode causar alterações no equilíbrio enzoótico e na epidemiologia dos patógenos e suas respectivas doenças. Os danos considerados diretos aos bovinos, aliados, principalmente, ao quadro conhecido como Tristeza Parasitária Bovina (TPB), impulsionaram a necessidade de controle dos carrapatos. Inicialmente se fazia uso de uma série de agentes químicos, como por exemplo: solução de nicotina, cal-enxofre, glicerina, sulfito de sódio, cresol, graxa, petróleo em óleo, diferentes concentrações de querosene, óleo de semente de algodão, misturas de querosene, óleo de semente de algodão e petróleo bruto, entre outros (Graham; HOurrigan, 1977; George et al., 2008). Segundo a literatura, o controle químico iniciou de fato com uma formulação arsenical realizada no ano de 1895, em uma fazenda localizada em Queensland - Austrália, aplicado sob a forma de banheiro de imersão (Angus, 1996). Diferentes metodologias para a aplicação dos acaricidas podem ser empregadas, sendo o banheiro de imersão (ou banheiro carrapaticida) uma delas (Figura 1).
Thesagro: Carrapato
Acaricida
Agrotóxico
Método de Aplicação
NAL Thesaurus: Rhipicephalus
Data Created: 2019-03-14
Appears in Collections:Capítulo em livro científico (CNPGC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Controledocarrapatodoboipormeiodeacaricidas.pdf313,59 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace