Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1120135
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Uva e Vinho - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, L. D.
LIRA, N. de A.
EVANGELISTA, R.
TERRA, M. F.
PEREIRA, G. E.
BAISTA, L. R.
Additional Information: Lorena Dutra Silva, Universidade Federal de Lavras – UFLA
Nathasha de Azevedo Lira, Universidade Federal de Lavras – UFLA
Luís Roberto Batista, Universidade Federal de Lavras – UFLA.
GIULIANO ELIAS PEREIRA, CNPUV
Michelle Ferreira Terra, Instituto Federal do Norte de Minas Geras (IFNMG) - Campus Salinas
Reis Evangelista, Universidade Federal de Lavras – UFLA
Title: Avaliação do potencial toxigênico de fungos filamentosos isolados de uvas e solo de vinhedos do vale do submédio São Francisco.
Publisher: In: ENCONTRO NACIONAL DE MICOTOXINAS, 16., 2019, Belo Horizonte. Anais...Belo Horizonte: EVEN3,
Language: pt_BR
Keywords: Seguança alimentar
Fungos micotoxigênicos
Fungos filamentosos
Description: No que tange à segurança alimentar, um dos grandes problemas na qualidade do vinho é a sua contaminação por micotoxinas, oriunda da presença dos fungos micotoxigênicos nas uvas. Nesse intuito o presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a produção de Ocratoxina A (OTA), Aflatoxina (B1, B2, G1, G2) e Citinina de fungos filamentosos isolados de uvas da variedade Syrah, Tempranillo e Touriga Nacional e de solo de cultivo de dois vinhedos localizados nos municípios de Casa Nova-BA e Lagoa Grande-PE, presentes na região do Vale do Submédio São Francisco. A avaliação do potencial toxigênico foi realizada pelo método ágar coco e em Cromatografia de Camada Delgada (CCD). Os isolados avaliados foram obtidos de trabalhos anteriores de quatro amostras de uva e do solo, sendo representado pelas espécies A. flavus, A. parasiticus, A. carbonarius A. niger, A. niger agregado e P. citrinum. Além dessas espécies foram obtidas isolados nomeados como P. sp pertencentes a seção Citrina e A. sp a seção Circumdati com características de possíveis produtores de toxina. Dentre as espécies A. carbonarius foram os que apresentaram a maior incidência de produção de OTA. Os fungos da seção Circumdati e P. citrinum também apresentaram produção em todos os isolados. Embora tenha ocorrido uma incidência em produção de toxinas, vale ressaltar que não necessariamente terá toxina no produto final, pois as condições ótimas de produção de toxina, diferem das de crescimento do fungo. Sendo assim é importante obter um controle do desenvolvimento desses fungos nos vinhedos. Palavras chaves: Vinho, fungos micotoxigênicos, qualidade.
Thesagro: Vinho
Fungo
Qualidade
Contaminação
Contaminação Fúngica
Data Created: 2020-02-11
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
98381.pdf181,18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace