Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1123088
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Trigo - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: Frizon, P.
BRAMMER, S. P.
Deuner, C. C.
LIMA, M. I. P. M.
CASTRO, R. L. de
CAIERAO, E.
SCHEEREN, P. L.
KIIHL, T. A. M.
Additional Information: Patrícia Frizon, 1Curso de Pós-graduação em Agronomia, Universidade de Passo Fundo. Rodovia BR 285, Km 291, CEP 99052-900 Passo Fundo, RS. (*)Autor para correspondência: patriciafrizon@gmail.com; SANDRA PATUSSI BRAMMER, CNPT; Carolina Cardoso Deuner, 1Curso de Pós-graduação em Agronomia, Universidade de Passo Fundo. Rodovia BR 285, Km 291, CEP 99052-900 Passo Fundo, RS. (*)Autor para correspondência: patriciafrizon@gmail.com; MARIA IMACULADA PONTES M LIMA, CNPT; RICARDO LIMA DE CASTRO, CNPT; EDUARDO CAIERAO, CNPT; PEDRO LUIZ SCHEEREN, CNPT; TAMMY APARECIDA MANABE KIIHL, CNPT.
Title: Resistência à giberela em populações interespecíficas de trigo.
Publisher: In: REUNIÃO DA COMISSÃO BRASILEIRA DE PESQUISA DE TRIGO E TRITICALE, 13., 2019, Passo Fundo. Ata e Resumos... Passo Fundo: Ed. do Autor, 2019. p. 365-369.
Language: Portugues
Keywords: Estresses bióticos
Gibberella zeae
Doenças fúngicas
Description: Os estresses bióticos representam desafios significativos para o aumento da produtividade de grãos (Jighly et al., 2016). A giberela, causada pelo fungo Gibberella zeae, é uma das principais doenças fúngicas que afeta a produção de trigo (Zhu et al., 2016). A resistência genética é um dos objetivos principais para inúmeros programas de melhoramento de cereais (Osman et al., 2015). No entanto, a doença possui resistência quantitativa, controlada por muitos genes de efeito menor, sendo esse um dos fatores limitantes para o desenvolvimento de cultivares resistentes. Assim, os programas de melhoramento buscam fontes alternativas de resistência em espécies silvestres, afins ao trigo. Como alternativa, o trigo sintético hexaploide representa um repositório de ampla diversidade genética para o melhoramento, principalmente por apresentar resistência genética a vários estresses bióticos, incluindo a giberela (Ogbonnaya et al., 2013). Apesar dessa vantagem, esses germoplasmas, abrigam alelos desfavoráveis que conferem baixo desempenho agronômico e baixo rendimento de grãos, necessitando frequentemesnte serem cruzados e retrocruzados com uma cultivar elite, a fim de desenvolver uma nova cultivar (Mujeeb-Kazi et al., 2004, Dunckel et al., 2017). O objetivo deste trabalho foi avaliar as populações segregantes de trigo em F1RC2, oriundas do cruzamento entre trigos sintéticos e cultivares comerciais, quanto à resistência à giberela tipos II (propagação no interior da espiga) e III (dos grãos à infecção).
Thesagro: Trigo
Giberela
Doença Fúngica
Data Created: 2020-06-05
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Atas-e-resumos-13-RCBTT-Reunia771o-de-Trigo-e-Triticale-2019-p365.pdf144.89 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace