Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1132945
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMATOS, D. C. P. de
dc.contributor.authorFELIX, F. C.
dc.contributor.authorKRATZ, D.
dc.contributor.authorWENDLING, I.
dc.contributor.authorSOUSA, V. A. de
dc.contributor.otherDANIELE CRISTINA PEREIRA DE MATOS, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ; FRANCIVAL CARDOSO FELIX, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ; DAGMA KRATZ, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ; IVAR WENDLING, CNPF; VALDERES APARECIDA DE SOUSA, CNPF.
dc.date.accessioned2021-07-14T12:02:12Z-
dc.date.available2021-07-14T12:02:12Z-
dc.date.created2021-07-14
dc.date.issued2021
dc.identifier.other57789
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1132945-
dc.descriptionCom base na autoecologia das espécies, este estudo tem como hipótese, que cruzamento não endogâmicos produzem sementes com maior percentual de embriões viáveis. Desta maneira, objetivouse avaliar a viabilidade de sementes de erva-mate oriundas de polinização controlada. Para tanto, galhos de duas fêmeas e um macho, não aparentados, foram isolados com sacos de tecido não tramado (TNT), preso com arame fino e enrolado algodão hidrofóbico, para evitar o anelamento dos galhos e entrada de insetos e água. Após a antese, flores masculinas foram coletadas e friccionadas nas flores femininas, até observação de presença de pólen. Os galhos permaneceram fechados até a coleta dos frutos, que foram coletados com coloração vermelho escuro e foram, posteriormente, beneficiados. Foram coletados frutos dos galhos onde ocorreu polinização aberta, obtendo-se famílias. Para análise das sementes, foi utilizado o teste do tetrazólio, sendo determinada a viabilidade e o estágio de desenvolvimento embrionário das sementes (globular, coração, pós-coração, torpedo ou maduro). Na polinização controlada, a fêmea 1 apresentou 75% de sementes viáveis e 73% apresentaram o embrião no estágio coração, e 46% de sementes viáveis e 59% no estágio coração na polinização aberta; a fêmea 2 apresentou 29% de sementes viáveis, 49% coração e 17% pós coração na polinização controlada e 11% de sementes viáveis, 16% coração e 12% pós coração na polinização aberta. Os resultados preliminares indicam o aceite da hipótese, pois as sementes de erva-mate oriundas de polinização controlada apresentaram maior viabilidade.
dc.description.uribitstream/item/224446/1/EmbrapaFlorestas-2021-AnaisErvamateEAraucaria-Documentos344-pg44.pdf
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.publisherIn: EVENTOS ARAUCÁRIA: PESQUISA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIAS PARA SISTEMAS DE PRODUÇÃO, ERVA-MATE XXI: INOVAÇÃO E TECNOLOGIAS PARA O SETOR ERVATEIRO, 2020, Colombo. Anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2021.
dc.relation.ispartofEmbrapa Florestas - Resumo em anais de congresso (ALICE)
dc.relation.ispartofseries(Embrapa Florestas. Documentos, 344).
dc.subjectErva mate
dc.titleViabilidade de sementes de erva-mate oriundas de polinização controlada.
dc.typeResumo em anais de congresso (ALICE)
dc.subject.thesagroIlex Paraguariensis
dc.subject.thesagroSistema de Produção
dc.description.notesResumo.
dc.format.extent2p. 44.
dc.ainfo.id1132945
dc.ainfo.lastupdate2021-07-14
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EmbrapaFlorestas-2021-AnaisErvamateEAraucaria-Documentos344-pg44.pdf210,34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace