Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/153891
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2004
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: TAVARES, S. C. C. de H.
COSTA, N. D.
NEVES, R. A. F.
SILVA, P. C. G. C.
LIMA, M. L. C.
MENEZES, C. A. F. dos
Additional Information: SELMA CAVALCANTI CRUZ DE H TAVARES, CPATSA
NIVALDO DUARTE COSTA, CPATSA.
Title: Práticas de controle químico e biológico do oidio no meloeiro em subsídio a produção integrada.
Publisher: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 22, n. 2, jul. 2004.
Language: pt_BR
Notes: Suplemento. Edição de Resumos do 44. Congresso Brasileiro de Olericultura, Campo Grande, jul. 2004.
Keywords: Sphaeroteca fuligínea.
Description: Objetivando oferecer subsídios ao sistema de Produção Integrada de Frutas- PIF, particularmente nas práticas de controle do Oídio (Sphaeroteca fuliginea) do meloeiro, foram utilizados produtos químicos e biológicos, cujos graus de eficiência, em diferentes dosagens, foram avaliados. Dois experimentos foram instalados em Petrolina-PE, no período de maior ocorrência da doença. Em um dos experimentos, os produ-tos foram o biológico Biomix (Trichoderma spp.) (500ml/100lts.) e os químicos Flamenco (Fluquinconazole) (100 e 150g/100lts.),Palisade (Fluquinconazole) (40. e 60g/100lts.), mais duas testemunhas, uma relativa com o Folicur 200 CE (Tebuconazole) (100ml/100lts.) e uma absoluta. No segundo experimento, foram utilizados os produtos químicos Manage 150 (Imibenconazole 150), nas concentrações de 200,150,100 e 75g/100lts., mais o biológico Biomix (Trichoderma spp) em 500ml/100lts., aplicados antes e depois da doen-ça e mais as mesmas testemunhas. Os delineamentos foram o de blocos ao acaso com quatro repetições. As avaliações visuais foram semanais, empregando-se uma escala com grau de infecção do percentual de área da folha com sintoma. Os resultados do primeiro experimento revelaram uma significância entre os tratamentos, ficando a melhor eficiência de controle curativo para (Folicur 200 CE - 100ml/100lts.) e Palisade-60g/100lts. Os resultados do segundo experimento revelaram que os melhores tratamentos foram Manage 150 (150g/100lts.), Folicur 200 CE (100g/100lts.) e Manage 150 (200g/100lts.), concluindo-se que o Folicur 200 CE (100ml/100lts.), além de ser um bom produto no controle do Oídio do meloeiro é também um bom parâmetro para avaliação de oidicidas, seguido de Manage 150 (150g/100lts.) e Palisade (60g/100lts.), podem vir a ser usados na PIF. O tratamento biológico - Biomix 500ml/100lts., sobressai-se quando aplicado preventivamente. O Biomix em tratamento preventivo, pode ser visto como uma opção alternativa num manejo integrado.
Thesagro: Cucumis Melo
Controle Biológico
Melão.
Data Created: 2004-08-19
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OPB433.pdf221,39 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace