Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/387562
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2006
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: OLIVEIRA JUNIOR, R. C. de
Additional Information: RAIMUNDO COSME DE OLIVEIRA JUNIOR, CPATU.
Title: Quantificação e caracterização química da água da chuva e de throughfall e fluxos de gases traço em floresta de terra firme na Flona Tapajós, Belterra - Pará.
Publisher: 2006.
Pages: 143 f.
Language: pt_BR
Notes: Tese (Doutorado em Ciências) - Centro de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, PA. Orientador: José Francisco Fonseca Ramos.
Keywords: Gas traço
Gas carbono
Óxido de nitrogênio
Ciclagem de nutriente
Flona Tapajós
Belterra
Pará
Brasil.
Description: A Floresta Nacional do Tapajós, FLONA Tapajós, com 600.000 ha de floresta protegida, é situada a 50 quilômetros ao sul de 5antarém, Pará, Brasil. Os solos são altamente intemperizados e profundos, bem drenados, caoliníticos, classificados como Latossolo Amarelo e, pela classificação americana, como Oxisol (Haplustox), com pH acido (4,5) e livre de duripans e concreções lateríticas. Em. Um ecossistema como a floresta tropical úmida, nutrientes estão sendo ciciados. Esta ciclagem de nutrientes envolve entradas para o sistema vindo da atmosfera e do intemperismo das rochas e minerais presentes no solo, saído através da água de drenagem e a circulação interna dentro do sistema. Esta circulação interna envolve a transferência de nutrientes da vegetação para o solo através .da lavagem (throughfall, e escorrimento pelo tronco), onde não intervem organismos decompositores. Concentrações dos íons CI-, NO3-' PO4-3, 5O4-2, Na+, NH4+' K+, Mg+2 e Ca+2 foram analisados através cromatografia liquida utilizando cromatógrafo Oionex OX-120. Para os gases, tubos de aço inoxidável foram instalados nas paredes laterais de três perfis escavados no campo, nas profundidades de 5, 15, 30, 50, 100 e 200 centímetros. As concentrações de N2O e CO2 foram analisadas através de cromatografia gasosa usando o método de ECO (electron capture detector), enquanto as concentrações do CH4 foram medidas através de FIO (flame injection detector). Os cromatógrafos foram calibrados com 3 níveis padrões de ar sintético. Como principais conclusões, apresentamos: a estação exerce forte influencia na concentração dos cátions básicos; throughfall é um dos mais importantes caminhos para a entrada de nutrientes na Flona Tapajós; há um aporte significativo de macronutrientes mais cloro e sódio, principalmente, oriundos da agricultura intensiva de grãos; houve maior volume de precipitação do que a média dos últimos vinte anos; a deposição seca é o mais importante processo de enriquecimento da água que alcança o solo da floresta; a duração do período seco antecedente é fator dominante no fluxo de nutrientes na Flona Tapajós; dentro do período seco ocorrem as maiores variações entre os íons analisados; processos de convecção que acumulam os nutrientes sobre a Flona, em virtude da brisa do rio Tapajós, favorecem o aumento nos teores dos elementos estudados; a análise dos componentes principais facilita a interpretação da caracterização da água de precipitação, mostrando, neste estudo, a influencia de fontes antropogênicas (agricultura, queima da biomassa e poeira); o processo de nitrificação exerce um papel fundamental na química da água da chuva, devendo ser mais bem estudada. Quanto aos gases estudados, verificaram-se fluxos, até a profundidade de 15cm, durante os períodos secos, menores do que os fluxos no período úmido, dentro dessas profundidades; nas outras profundidades os fluxos no período seco são sempre maiores do que no período úmido, demonstrando que a umidade, nas profundidades maiores do que 15cm é suficiente para promover a produção e emissão de gases, não restringindo a difusão interna do mesmo.Houve sensível variação sazonal entre os fluxos de óxido nitroso e gás carbônico, com mais baixos fluxos no período seco; Os fluxos, em kg.ha-1.ano-1, apontaram 182.102,22,97 e 14,08, respectivamente, para gás carbônico, óxido nitroso e metano; Há elevada variação sazonal na umidade do solo, entre o período seco e úmido; O'solo apresenta déficit de água disponível durante o período seco, considerando-se a profundidade de 0-100cm. Na camada de 100-200cm, não foi observado déficit; Há significativa correlação entre a umidade do solo e o fluxo de óxido nitroso; Não evidente variação na temperatura do solo ao longo das profundidades estudadas. Não há nítida variação sazonal na temperatura do solo, durante o período úmido e seco; material orgânico degradável e nitrogênio são, juntamente com a umidade e a temperatura do solo, importantes fatores para a produção e emissão de óxido nitroso e gás carbônicos.
Thesagro: Metano.
NAL Thesaurus: Amazonia.
Data Created: 2007-03-14
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TeseQuantificacaoCaracterizacaoQuimica.pdf27.83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace