Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/68131
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Tese/dissertação (ALICE)
Data do documento: 2006
Tipo do Material: Tese/dissertação (ALICE)
Autoria: VELOSO, M. E. da C.
Informaçães Adicionais: MARCOS EMANUEL DA COSTA VELOSO, CPAMN.
Título: Potencialidade de impacto ambiental por nitrato, doses de N e flutuações do lençol freático para a cultura do milho sob sistema de drenagem.
Fonte/Imprenta: 2006. 126 f.
Idioma: pt_BR
Notas: Tese (Doutorado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
Palavras-chave: Drenagem agrícola.
Conteúdo: O nitrogênio é o nutriente absorvido em maior quantidade pelo milho, o de maior custo e influencia diretamente na resposta da cultura em produtividade de grãos, sendo a uréia o fertilizante mais utilizado na agricultura brasileira; entretanto, o manejo inadequado do nitrogênio pode trazer sérios problemas de poluição para o ambiente. Os objetivos do presente trabalho foram: (a) verificar a potencialidade de poluição por nitrato em áreas de várzea cultivadas com milho com diferentes doses de nitrogênio, na forma de uréia; (b) quantificar o efeito das flutuações do lençol freático e das doses de nitrogênio na produtividade da cultura relativa de milho; e (c) verificar o efeito do nitrogênio nos componentes da planta e produção do milho. O experimento foi desenvolvido na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo, em Piracicaba-SP. O sistema de drenagem foi constituído por 19 drenos subterrâneos de 45 m, espaçados de 10 m. Utilizou-se um delineamento experimental de blocos casualizados, com cinco tratamentos (O; 50; 100; 150 e 200 kg ha-l de N) e três repetições. Cada parcela possuía um dreno subterrâneo e um poço de observação. Foram realizados monitoramentos de nitrato, avaliações feno lógicas, concentração de N na folha de milho, produção de milho e seus componentes. A precipitação pluvial registrada no período foi de 562 mm. Concluiu-se que a adubação nitrogenada não afetou a qualidade de água nas descargas dos drenos por nitrato; que o índice de estresse (SEW30) respondeu de forma linear crescente às produtividades relativas dos grãos de milho revelando que as flutuações do lençol freático, em função das chuvas, ao longo do ciclo da cultura, contribuíram para o aumento da produtividade de grãos da cultura de milho; que a aplicação de nitrogênio em dose crescente proporcionou aumento de forma linear e positivo para os parâmetros de teor de nitrogênio total na folha e nos grãos; que houve resposta quadrática às doses crescentes de nitrogênio para altura de planta e de inserção de espiga de milho; produtividade de grãos (13% de teor de água); massa de matéria seca da palhada de milho e brácteas; número de grãos por espiga e número de grãos por fileira.
Thesagro: Deficiência do Solo
Composto Nitrogenado
Elemento Químico
Impacto Ambiental.
Ano de Publicação: 2006-12-12
Aparece nas coleções:Tese/dissertação (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESEVersaoFinal090706l.pdf3,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace