Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/872902
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSOUZA, M. de L. M. depor
dc.contributor.authorGONÇALVES, E. B.por
dc.contributor.authorSILVA, O. F.por
dc.contributor.authorFARIAS, A. X. depor
dc.contributor.authorCAVALCANTI, A. L. da S.por
dc.contributor.otherMARIA DE LOURDES MENDES DE SOUZA, CTAA; ELISABETH BORGES GONCALVES, CTAA; OTNIEL FREITAS SILVA, CTAA; ANTONIO XAVIER DE FARIAS, CTAA; ANDERSON LUIS DA SILVA CAVALCANTI, UERJ.por
dc.date.accessioned2011-04-10T11:11:11Zpor
dc.date.available2011-04-10T11:11:11Zpor
dc.date.created2011-01-13por
dc.date.issued2010por
dc.identifier.other10588por
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/872902por
dc.descriptionA ocratoxina A é um contaminante que pode estar presente em vários alimentos e ser prejudicial tanto para a saúde quanto para a economia, então deve ser medida. Mas, para bem quantificar um analito, mesmo com o uso de métodos oficiais, é necessário verificar o sistema de medição; nisto se empregam requisitos de validação. Assim, procedeu-se a uma verificação intralaboratorial de método por purificação em coluna de imunoafinidade e cromatografia líquida de alta eficiência em amostras de café verde artificialmente contaminadas e medidas. Foi obtido o comportamento de medição esperado ao longo do analito, a faixa de trabalho teve o limite inferior entre 0,489 e 1,59 e o superior entre 220 e 300 μg.kg-1. A linearidade não foi rejeitada nesta faixa e não houve interferência externa significativa no modelo. O intercepto não diferiu significativamente da origem e o coeficiente linear não diferiu significativamente de 1,00. Os níveis de desvios padrão dependeram das concentrações estudadas, como ocorrido em diversas publicações, e os desvios padrão relativos não demonstraram inconformidade nos estudos colaborativos localizados. Concluiu-se pela competência do laboratório no método pesquisado, especialmente para café verde.por
dc.description.uribitstream/item/25393/1/2010-035.pdfpor
dc.languagept_BRpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherCiência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 30, p. 197-204, maio 2010. Suplemento 1.por
dc.relation.ispartofEmbrapa Agroindústria de Alimentos - Artigo em periódico indexado (ALICE)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectCromatografia líquida de alta eficiência.por
dc.titleVerificação intralaboratorial da performance obtida em método de determinação de ocratoxina A por purificação em coluna de imunoafinidade e cromatografia líquida de alta eficiência usando café.por
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)por
dc.date.updated2012-09-12T11:11:11Zpor
dc.subject.thesagroCafépor
dc.subject.thesagroOcratoxinapor
dc.subject.thesagroSegurança Alimentar.por
dc.ainfo.id872902por
dc.ainfo.lastupdate2012-09-12por
dc.identifier.doi10.1590/S0101-20612010000500030por
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CTAA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010035.pdf377,94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace