Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/880329
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: BOAVENTURA, V. de J.
NORONHA, A. C. da S.
ALVES, A. A. C.
Additional Information: Verônica de Jesus Boaventura, UFRB; ALOYSEIA CRISTINA DA SILVA NORONHA, CPATU; ALFREDO AUGUSTO CUNHA ALVES, CNPMF.
Title: Avaliação de genótipos silvestres de Manihot em função do ciclo biológico do ácaro verde da mandioca (Mononychellus tanajoa).
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS; WORKSHOP EM BIOPROSPECÇÃO E CONSERVAÇÃO DE PLANTAS NATIVAS DO SEMI-ÁRIDO, 3.; WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE BIOENERGIA E MEIO AMBIENTE, 2010, Salvador. Bancos de germoplasma: descobrir a riqueza, garantir o futuro: anais. Brasília, DF: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2010.
Pages: p. 133.
Series/Report no.: (Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Documentos, 304).
Language: pt_BR
Notes: Editora técnica Clara Oliveira Goedert.
Keywords: Fatores bióticos
Mandioca silvestre
Mononychellus tanajoa.
Description: O ácaro verde da mandioca, Mononychellus tanajoa (Bondar) (Acari, Tetranychidae), se constitui em um dos fatores bióticos que afetam a cultura da mandioca particularmente no Nordeste do Brasil. Este trabalho teve como objetivo avaliar genótipos silvestres de Manihot com base no ciclo biológico de M. tanajoa como parte de um estudo para utilização de espécies silvestres de mandioca como fonte de resistência a estresses bióticos. Foram testados 11 acessos, envolvendo sete espécies silvestres de Manihot: M. peruviana (PER-002V, PER-011V), M. glaziovii (MAN-033, GLA-590-12, GLA-590-20), M.dichotoma (DIC-472), M. caerulescens (CAE-BM-01, CAE-BM-20), M. irwinii (IRW-A027-07), M. compositifolia (COM-DF-04), Manihot spp. (ADE-03). O estudo foi conduzido no laboratório de Entomologia da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, em Cruz das Almas, BA, a 25±1oC, 70±10% de umidade relativa e 12h de fotofase. Foram realizadas observações diárias sobre o desenvolvimento de ovo a adulto de M. tanajoa. O delineamento foi inteiramente casualizado com 50 repetições por genótipo. Os dados foram submetidos a análise de variância e os genótipos agrupados pelo teste de Scott-Knott. O período de ovo a adulto foi de 12,85±7,93 dias variando de 11,39 a 14,87 dias, com discriminação somente de um agrupamento, não havendo diferença estatística significativa entre os genótipos. Os menores períodos de desenvolvimento foram verificados nos genótipos PER-002V e MAN-033, com 11,39 e 11,43 dias, respectivamente. Os genótipos CAE-BM-01 com 14,87 dias e CAE-BM-20 com 13,6 dias proporcionaram os maiores períodos de desenvolvimento. A maior duração do período de ovo a adulto de M. tanajoa sugere que os acessos da espécie M.
Thesagro: Ácaro
Resistência.
NAL Thesaurus: Manihot
cassava.
Data Created: 2011-03-10
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
p133.pdf395,22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace